Anderson Ferreira faz anúncio de seleção simplificada para reforçar combate à Covid-19 no Jaboatão

Divulgação

O prefeito do Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, anunciou, nesta segunda-feira (29), a abertura de inscrições para seleção simplificada da Secretaria Municipal de Saúde, visando reforçar as equipes que atuam no combate à pandemia da Covid-19. Estão disponíveis 49 vagas para técnico em enfermagem, enfermeiro RAS, técnico de laboratório, sanitarista, biomédico e apoio administrativo.

O edital do processo está publicado no Diário Oficial do Município desta segunda-feira. As inscrições podem ser feitas até a quinta-feira (1º) por meio do e-mail: [email protected] A contratação será imediata, por um período de um ano, podendo ser prorrogado por mais 12 meses.

“Nossas equipes estão realizando um grande trabalho no enfrentamento à Covid-19 com a ampliação da vacinação dos públicos-alvos e a abertura de mais três pontos de imunização no município. Diante disso, se faz necessária a contratação de profissionais para reforçar as ações junto à população. Todo nosso empenho visa garantir um atendimento com tranquilidade e total segurança aos jaboatoneses ”, ressaltou Anderson Ferreira.

Nesta segunda-feira, teve início a vacinação para idosos com idades a partir de 65 anos, nos sete pontos de drive-thru montados no município. E já está disponível o agendamento da vacinação para idosos com 63 anos ou mais. As doses são aplicadas de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h. Os pontos de drive-thru estão localizados na Casa da Cultura (Jaboatão Centro), Escola Municipal Iraci Rodovalho (Curado), Escola Municipal Benjamin Constant (Socorro),Centro Cultural Miguel Arraes (Prazeres), Sesc de Piedade, Shopping Guararapes e UniFG.

Veja também

Kirchner e Lula defendem renovação da política e reconstrução da unidade latino-americana
Política

Kirchner e Lula defendem renovação da política e reconstrução da unidade latino-americana

Fachin proíbe PF de qualquer ato de investigação a partir da delação de Sérgio Cabral

Fachin proíbe PF de qualquer ato de investigação a partir da delação de Sérgio Cabral