Ao inaugurar parque, João Campos faz menção ao Governo Geraldo Julio

Leia Também

• Milton Coelho diz que Geraldo Julio tem apoio quase unânime na Frente Popular

• Sileno Guedes defende nome de Geraldo Julio para concorrer a Governo de Pernambuco

• Simone Santana defende candidatura de Geraldo Julio para o governo do Estado em 2022

Nesta quarta-feira (29), o prefeito João Campos (PSB) fez a entrega da primeira etapa do Parque das Graças, localizado às margens do Rio Capibaribe, no bairro das Graças, entre as pontes da Torre e da Capunga. Durante o ato de lançamento, o gestor recifense fez questão de reconhecer o trabalho da gestão do ex-prefeito Geraldo Julio (PSB), seu antecessor no comando do Palácio do Capibaribe.

“Lembrando que pelo projeto original, não seria um parque e sim uma via para carros. Esse projeto foi remodelado, reconstruído ainda na gestão do prefeito Geraldo Julio, com a Universidade Federal de Pernambuco, com a Associação de Moradores das Graças, e conseguiram garantir um projeto muito melhor e mais moderno. E o Recife segue na direção de ser uma cidade-parque”, continuou. 

Geraldo Julio tem o nome cotado para disputar o Governo do Estado, mas estaria resistindo a assumir a missão. Em entrevista à Folha de Pernambuco, na semana passada, João Campos declarou que iria respeitar qualquer que fosse a decisão do aliado sobre participar das eleições. 

@@NOTICIAS_RELACIONADAS@@

"Primeiro quero reconhecer a história e papel de Geraldo. Geraldo fez um grande mandato como prefeito. Além de um companheiro de partido, ele é um amigo pessoal que eu tenho, que eu admiro. E Geraldo apresenta todas as condições para ser candidato e governar Pernambuco. Isso eu quero deixar muito nítido. Agora quero dizer também que a decisão que ele tomar, eu apoiarei. Se for candidato, serei o primeiro a apoiar. Se ele decidir, como tem dito, de não ser candidato, eu o apoiarei de maneira integral e terá meu respeito e meu apoio", afirmou.

No mesmo sentido, o governador Paulo Câmara (PSB), em entrevista à Folha de Pernambuco, na semana passada, também reforçou que a decisão sobre a pré-candidatura estadual era uma questão pessoal do prefeito. "Geraldo está nos ajudando, ele é um dos criadores do Plano Retomada, na concepção, trabalhou muito quando a gente estava muito focado na pandemia, ele estava focado no pós-pandemia, tem dado uma contribuição significativa na tarefa que ele está executando hoje, como secretário de Desenvolvimento Econômico. A questão de ser candidato ou não é uma questão dele, a gente não pode forçar ninguém a ser candidato. Mas 2022 está chegando. Temos que definir, gostaria muito que janeiro fosse um prazo importante para gente fazer definições, não é só eu, temos um conjunto de partidos que nos apoiam, companheiros leais que querem o bem de Pernambuco, querem nos ajudar. Temos que ouvir, internamente, o PSB, que é um partido que governa Pernambuco há quinze anos e tem colaborado, nos ajudando muito, temos que fazer essas conversas. Há um desejo coletivo de todos, não só o PSB, que Geraldo fosse candidato. Geraldo tem demonstrado reiteradamente que não tem o desejo de ser candidato a governador e a gente tem que respeitar isso, como também espero mais na frente que me respeitem quando eu definir meu futuro", disse.

Veja também

Entenda como será a dinâmica desta semana no "BBB 24"
BBB 24

Entenda como será a dinâmica desta semana no "BBB 24"

Prova do Líder destá quinta-feira (22) é de resistência e em dupla; confira os primeiros eliminados
BBB 24

Prova do Líder destá quinta-feira (22) é de resistência e em dupla; confira os primeiros eliminados