Apenas uma urna eletrônica apresentou defeito até as 10h deste segundo turno em Pernambuco

George Maciel - Bruno Vinícius / Reportagem Folha de Pernambuco

As três primeiras horas do segundo turno das eleições municipais 2020 têm sido tranquilas no Estado. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral  de Pernambuco(TRE-PE), apenas uma urna eletrônica precisou ser trocada durante o processo que ocorre no Recife e Paulista, no Grande Recife, as únicas cidades com decisão para prefeito no segundo turno.

O equipamento eletrônico com defeito estava localizado no Centro Cultural Ariano Suassuna, em Casa Amarela, Zona Norte do Recife, e foi trocado antes mesmo de começar a votação.

Um total de 3.126 urnas eletrônicas foi distribuído no Recife e 597 equipamentos eletrônicos foram levados a Paulista, contando com as urnas de reserva.

De acordo com o secretário de Tecnologia de Informação e Comunicação do TRE-PE, George Maciel, o processo é comum e não há prejuízo na contagem dos votos.

Leia também:
Presidente do TRE-PE abre 2º turno com pedido de respeito às normas sanitárias


“Nós contamos com urnas reservas e não há nenhum prejuízo ao processo eleitoral quando há necessidade de troca das urnas. Até o momento, também não houve queda de energia e registro de problemas com urnas em outras localidades”, explicou.

Na capital pernambucana, são 1.157.324 eleitores aptos a votar, enquanto, em Paulista, 216.859 pessoas estão aptas a irem às urnas. Ambas possuem em maior parte o eleitorado feminino, com 55% dessa fatia, cada.

 

Veja também

Presidente da Eletrobras troca empresa pela BR Distribuidora
Economia

Presidente da Eletrobras troca empresa pela BR Distribuidora

Com um reforço de 100 veículos, Grande Recife amplia a frota de ônibus
Transporte

Com um reforço de 100 veículos, Grande Recife amplia a frota de ônibus