Audiência solicitada por Alessandra Vieira vai discutir os impactos que o polo de confecções

Audiência ocorrerá no próximo dia 16

Divulgação

Leia Também

• Eduardo da Fonte pede informações sobre supostos acordos que possam prejudicar o Polo de Confecções

• Levanta PE debate em Santa Cruz do Capibaribe desafios do Agreste e o Polo de Confecções

• Comissão da Assembleia pelo deputado Erick Lessa debaterá Polo de Confecções

Liderança com forte representatividade no Polo Têxtil do Agreste, a deputada Alessandra Vieira (PSDB), solicitou audiência pública à Comissão de Desenvolvimento Econômico para debater os acordos comerciais que estão em negociação entre o Brasil, Coreia do Sul, Indonésia e Vietnã, que derrubar a taxa de importação de confecções de 35% podendo até zerar.

Marcada para o dia 16 de dezembro, a audiência, que também deve reunir outros parlamentares, vai ouvir empresários, sindicatos, confeccionistas e trabalhadores do Polo de Confecções. “Isso está sendo visto com muita preocupação pelas indústrias de vestuário do nosso estado, pois vai favorecer uma concorrência desleal com as peças produzidas aqui”, ressalta Alessandra.

@@[email protected]@

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, o  segmento fatura quase R$ 6 bilhões por ano e ocupa 250 mil profissionais no estado, fabricando mais de 225 milhões de peças e roupas. “O debate vai permitir entender melhor os impactos que esses acordos poderão trazer para a região do Polo de Confecções. Nosso objetivo é encontrar ferramentas que possam proteger o nosso setor produtivo e garantir que nossa economia não seja afetada negativamente", completa a deputada tucana.

Veja também

Publicidade Legal - 20 de Janeiro de 2022 - Editais e balanços

Publicidade Legal - 20 de Janeiro de 2022 - Editais e balanços

Bolsonaro não garante reajuste para policiais, mas diz que aumento para outros servidores só em 2023ORÇAMENTO

Bolsonaro não garante reajuste para policiais, mas diz que aumento para outros servidores só em 2023