Câmara do Recife entrega Título de Cidadã do Recife à Chopelly Santos

A entrega acontece no Plenário da Casa e tem autoria dos vereadores Cida Pedrosa e Hélio Guabiraba

Chopelly Santos - Cortesia

A Câmara Municipal do Recife vai entregar o Título de Cidadã do Recife, nesta terça-feira (1º), às 15h, para Chopelly Santos. Natural de Limoeiro, no Agreste do Estado, Chopelly, é técnica de enfermagem concursada, ativista de Direitos Humanos, tem assento no Conselho Nacional das Mulheres, presidente da Articulação e Movimento para Travestis e Transexuais de Pernambuco (Amotrans) e é integrante colegiada do Fórum LGBT em Pernambuco, representando as transexuais e travestis.

A entrega do título acontece no Plenário da Casa e tem autoria da Vereadora Cida Pedrosa e do Vereador Hélio Guabiraba. Aos 12 anos, saiu de Limoeiro e veio estudar no Recife, estando há 26 anos nesta cidade.  Nessa época, relata que dos 80 alunos da sala de aula, apenas dois falavam com ela, em razão de seu comportamento transgênero não compreendido à época.

Já em Pernambuco, novas lutas para se empoderar, ser aceita e ocupar espaços de fala e poder. Chopelly passou em dois concursos públicos, como técnica de enfermagem nas prefeituras de Camaragibe e do Recife. Nesse cenário, descobriu que como servidora pública efetiva, não poderia ser exonerada em razão de sua transexualidade, como fora em outros locais de labor privados, de modo que sem a preocupação de ser demitida, o desafio de ajudar outras mulheres trans tornou-se seu propósito.
 

Tendo desde muito cedo conhecido as diversas faces da transfobia, Chopelly se dedica a transformar as vidas de outras pessoas como ela, em sua maioria ainda privadas de direitos e em situação de vulnerabilidade social e econômica. Sua trajetória de vida, que se confunde com muitos momentos de resistência em defesa dos direitos da população LGBTQIA+ e já é uma referência no âmbito dos movimentos sociais, agora recebe reconhecimento do poder legislativo municipal.

“Poucos dias depois da data em que lembramos o Dia da Visibilidade Transexual, entregaremos, pela primeira vez, um título de cidadã recifense a uma pessoa trans. Um ato de grande simbolismo no país que lidera o triste ranking mundial de violência contra travestis e transexuais. A Casa José Mariano reafirma sua história de compromisso com as lutas libertárias que são tão características do povo do Recife, por uma sociedade mais justa e com mais equidade para todas, todos e todes. Que seja o primeiro de muitos”, reforça a vereadora Cida Pedrosa, uma das autoras da proposta.

Veja também

EDITAIS E BALANÇOS

EDITAIS E BALANÇOS

MRP PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS E EMPREENDIMENTOS S.A. - BALANÇO

MRP PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS E EMPREENDIMENTOS S.A. - BALANÇO

Newsletter