Candidatos a prefeito na RMR repercutem decisão do TRE de proibir atos de rua

Divulgação TRE

A decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) em proibir atos presenciais relacionados à campanha Eleitoral 2020 não chegou a dividir opiniões entre os candidatos dos principais municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR). A reportagem da Folha de Pernambuco recolheu o posicionamento de prefeituráveis que, em sua maioria, se mostraram favoráveis à determinação, que passou a valer na noite de quinta-feira (29).

Vale lembrar que a proibição está atrelada a atos causadores de aglomeração, ainda que em espaços abertos, semi-abertos ou no formato drive-in, tais como: comícios; bandeiraços, passeatas, caminhadas, carreatas e similares; e confraternizações ou eventos presenciais, inclusive os de arrecadação de recursos de campanha, ainda que no formato drive-thru.

Veja o posicionamento de cada candidato:

RECIFE

Marília Arraes (PT)
"Em respeito à Resolução do TRE-PE que proíbe atos de campanha de rua em todo o Estado, a Coligação Recife Cidade da Gente, da candidata a Prefeita Marília Arraes (PT), comunica o cancelamento da Caminhada Lilás que seria realizada nesta sexta-feira (30), a partir das 15h, no Centro do Recife. 

Mesmo entendendo que a decisão extrapola as funções constitucionais do TRE-PE, e que também está em desacordo com o calendário de flexibilização do Poder Executivo Estadual, com previsão inclusive de volta às aulas nos próximos dias, e com festas, shows e atividades de lazer já acontecendo em todo o Estado, a Coligação Recife Cidade da Gente seguirá rigorosamente o que determina a resoluçã
Por fim, destacamos que a candidata Marília Arraes continuará a debater e dialogar com os recifenses, apresentando as melhores propostas para a cidade, respeitando a lei eleitoral e as normas sanitárias, dando continuidade à campanha que mais tem crescido no Recife.
atenciosamente,

Coligação Recife Cidade da Gente"

Patrícia Domingos (Podemos)
Segundo a assessoria de imprensa, “as agendas de rua estão suspensas até segunda ordem”

Mendonça Filho (DEM)
Segundo a assessoria de imprensa, o candidato não emitirá posicionamentos sobre a decisão.

João Campos (PSB)
A reportagem não obteve respostas até o momento.

Charbel (Novo)

"A decisão não foi clara. O Tribunal diz que acabou com a campanha de rua, mas ao mesmo tempo não ficou claro se panfletagem pode ser feita, se uma caminhada com até quatro pessoas é permitida, se eventos fechados que reúnam 20 pessoas estão autorizados... Esse decreto veio em um momento difícil, no meio da campanha. Isso deveria ter sido pensado antes e trabalhado junto com os candidatos"

OLINDA

Lupércio (Solidariedade)
"A Coligação Olinda Segue em Frente com o Povo, em virtude da resolução do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), informa que não realizará agendas que provoquem aglomeração de pessoas, tendo como prioridades a saúde e a vida da população olindense. Sempre de forma propositiva e consciente, a campanha do prefeito e candidato à reeleição, Professor Lupércio (SD), já está sendo realizada e será ainda mais intensificada também por meios virtuais (rádio, TV e redes sociais)".

João Paulo (PCdoB)
"O candidato João Paulo, acata a decisão da justiça porque como sempre diz, "decisão da justiça é para ser cumprida". O núcleo jurídico da campanha está atento aos fatos e tirando as dúvidas sobre os procedimentos legais para a campanha a partir da decisão judicial. O candidato está acompanhando os desdobramentos dos fatos". O candidato da coligação Olinda das Pessoas (PCdoB, PT, PSB, PP, PV) entende que diante da pandemia que o país enfrenta e a negligência do governo federal, os cuidados pela preservação da saúde e da vida das pessoas vem em primeiro lugar".

JABOATÃO DOS GUARARAPES

Anderson Ferreira (PR)
Segundo a assessoria de imprensa, “a campanha vai seguir todas as determinações do TRE, como tem sido feito desde o início. Claro, vamos ter que repensar os atos para esses próximos 15 dias, mas seguiremos todas as determinações. A gente não tem feito muitas caminhadas por conta da incompatibilidade de horários, tendo em vista que Anderson permanece como prefeito, só podendo ir às ruas após o expediente. Não realizamos nenhuma carreata ou comício até então. Temos feito reuniões com lideranças e moradores, em ambientes fechados, mas sempre respeitando as normas de segurança, como uso obrigatório de máscara, disponibilização de álcool em gel, distanciamento social e limite no número de participantes”.

Arnaldo Delmondes (PCdoB)

É louvável a preocupação do TRE e nós, desde o início, em nossa campanha, já estamos imbuídos em fazer de tudo para diminuir os efeitos da COVID-19. No entanto, sabemos que toda democracia tem o seu preço. Numa reta final de campanha, proibir os atos foi suplantar o trabalho que já tem sido feito com o plano de convivência das autoridades. Sem falar que tal decisão foi tomada unilateralmente, sem discutir com a sociedade e partidos. Mas, ainda assim, seguimos confiantes, responsáveis e vamos fiscalizar, se todas a normatização estará sendo cumprida.

Daniel Alves (MDB)
"O candidato a prefeito de Jaboatão dos Guararapes Daniel Alves (MDB) informa que está de acordo com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) em suspender atos de campanha que causem aglomeração. De acordo com o candidato, toda forma de prevenção contra a Covid-19 é essencial para evitar mais casos da doença. Daniel Alves ainda destaca que será uma eleição muito difícil, mas ele acredita que o povo de Jaboatão quer uma renovação. Por fim, Daniel Alves ressalta que a sua campanha política continuará seguindo todas as normas da Justiça Eleitoral. 
Jaboatão, 30 de outubro de 2020"

Maíra Vilar (PDT)
"Quando iniciamos a nossa caminhada com o objetivo de apresentar um novo projeto a Jaboatão dos Guararapes, sabíamos que seria um trajeto árduo. Enfrentar uma oligarquia familiar com financiamento milionário em uma campanha e ainda apostar na conscientização das pessoas não é fácil, sobretudo em meio a uma pandemia. No entanto, não abrimos mão dessa forma de fazer política.

O cuidado com cada um e cada uma tem sido nossa prioridade. Temos feito uma campanha limpa e verdadeiramente popular, olho no olho e conversando com os jaboatonenses nas ruas. Com a última Resolução do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), entendemos que a preocupação para conter um novo avanço de casos da Covid-19 merece estar na ordem do dia de todo candidato. No entanto, é muito provável que essa ordem prejudique diretamente o "trabalho de formiguinha" daqueles que não têm mandato.

As candidaturas que recebem grandes montantes de dinheiro e têm a máquina do Estado ao seu favor, certamente, pouco serão afetadas. Em contrapartida, o nosso diálogo e convencimento diário da população será dificultado. Não obstante, entendemos que é necessário reforçar a fiscalização do cumprimento das medidas de segurança contra o novo coronavírus pelos candidatos a fim de proteger as pessoas e ainda garantir a isonomia do pleito eleitoral".

Veja também

TSE faz testes preparatórios para segundo turno das eleições
eleições

TSE faz testes preparatórios para segundo turno das eleições

Bárbara Paz retrata em 'Babenco' o artista e o homem na intimidade
cinema

Bárbara Paz retrata em 'Babenco' o artista e o homem na intimidade