Carlos Andrade quer impantar projeto de João Doria para marcação de exames no Recife

Divulgação

Com o início da campanha nas ruas, o candidato do PSL à Prefeitura do Recife, Carlos Andrade Lima, tem ouvido da população as demandas necessárias para o município. E um dos principais pedidos é por ações na saúde. Com o objetivo de melhorar o setor na capital pernambucana, Carlos quer criar o Corujão 2.0, além de modernizar e humanizar os atendimentos nas unidades de saúde.

“Um grande gargalo que existe no Recife é com relação aos exames. Há uma dificuldade enorme para marcar e realizá-los. Por isso, defendo o que já foi feito em São Paulo, pelo então prefeito João Dória, que é a criação do Corujão da Saúde 2.0. Foi feito por um político de uma coligação de um adversário meu, mas o povo não quer saber disso. A população quer é que seja feito. Com este projeto, as pessoas podem realizar exames das 20h às 8h tanto na rede pública quanto na privada. Foi desta forma que São Paulo zerou a fila de exames”, explicou o candidato do PSL.

Carlos Andrade Lima quer transformar a saúde do Recife com projetos viáveis. Tornar os atendimentos mais humanizados e modernos estão em seu plano de governo para beneficiar a população da capital pernambucana.  

“Recife tem cerca de 250 unidades de saúde, mas precisamos humanizar o atendimento e modernizar também. Defendo a inovação e vamos investir pesadamente na teletriagem e no teleatendimento. A pessoa entrará em uma plataforma para realizar o teleatendimento pelo celular. Para isso, queremos que a internet seja um serviço essencial também como água e luz para as consultas”, pontuou.