Ciro resgata proposta de refinanciamento para enfrentar recorde de endividamento familiar no País

Com o endividamento médio das famílias brasileiras atingindo 70,9% em 2021, o maior patamar nos últimos 11 anos, o pré-candidato do PDT ao Palácio do Planalto, Ciro Gomes, resgatou nesta terça-feira (18), através das redes sociais, uma proposta estruturada no Projeto Nacional de Desenvolvimento (PND) desde 2018: o suporte público para renegociação das dívidas e restabelecimento do crédito para os cidadãos.

“Defendo um programa de refinanciamento governamental que ajude nosso povo a limpar o nome no SPC e Serasa”, enfatizou na postagem, referenciando a atuação dos bancos estatais para reduzir o valor das pendências financeiras, que está no patamar médio de R$4.200.

Conforme dados recentes da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o crescimento do nível de endividamento, se comparado com 2020 (66,5%), também alcançou outro patamar histórico: aumento de 4,4 pontos percentuais.

Sobre a inadimplência, 25,2% das famílias relataram a existência de contas em atraso. O comprometimento com cartão de crédito continua como o principal entrave para 82,6% dos entrevistados, seguido dos carnês de lojas (18,1%), financiamentos de carro (11,6%) e casa (9,1%) e crédito pessoal (9%).

Ao citar que “cerca de 60% do consumo do que é produzido no Brasil vem das famílias”, o ex-ministro da Fazenda contextualizou a vinculação direta com três fatores: emprego, renda e crédito. Estes eixos demandam, para o pedetista, um estímulo fundamental proveniente do Estado para geração do ciclo econômico virtuoso e sustentável. “Precisamos consertar os quatro motores mais importantes para reerguer nossa economia: o consumo das famílias, o investimento empresarial, o investimento público e a política industrial e de comércio exterior”, disse.

Veja também

Ave Sangria celebra Paulo Rafael em show no Teatro do Parque
Música

Ave Sangria celebra Paulo Rafael em show no Teatro do Parque

Brasil registra 16.194 novos casos de Covid-19 e 35 mortes em 24 horas
Pandemia

Brasil registra 16.194 novos casos de Covid-19 e 35 mortes em 24 horas