Confira "primeiros passos" que Ricardo Paes Barreto traça como novo presidente do TJPE

Nova composição da mesa diretoria do TJPE terá duração por biênio, se estendendo até o início de 2026

Novo presidente eleito do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Ricardo Paes Barreto, instantes antes de tomar posse - Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco

Instantes antes de acontecer a solenidade de posse da nova diretoria do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), o agora presidente eleito da instituição, o desembargador Ricardo Paes Barreto, revelou, em entrevista coletiva no Salão Nobre do Palácio da Justiça, os primeiros passos que pretende traçar à frente do novo desafio, apontando para uma maior velocidade na prestação do serviço à população. A nova composição tem duração por biênio, se estendendo até o início de 2026.

A sessão solene pode ser assistida em tempo real clicando aqui.

Tomarão posse os desembargadores Ricardo Paes Barreto como presidente; Fausto Campos como 1° vice-presidente; Eduardo Sertório, na 2ª Vice-Presidência; e Francisco Bandeira de Mello como corregedor-geral da Justiça.

No evento, estão sentados à mesa a governadora e o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e deputado estadual também pelo PSDB, Álvaro Porto. O encontro entre os dois acontece um dia depois em que houve o vazamento de um áudio, em que Porto critica a gestão da tucana. Raquel disse ter sofrido violência política de gênero. 

Além da dupla, o prefeito do Recife, João Campos (PSB) também está sentado à mesa, assim como o desembargador Luiz Carlos de Barros Figueirêdo (de quem Ricardo Paes Barreto herda o cargo); o procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Marcos Carvalho; o ministro de Estado da Defesa, José Mucio Monteiro Filho; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE), Fernando Ribeiro Lins; e o ministro do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins.

Presidente do Grupo EQM e da Folha de Pernambuco, Eduardo Monteiro acompanha a solenidade de posse  | Foto: Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco
Governadora de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB) também marca presença na posse do novo presidente do TJPE | Foto: Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco
Composição da mesa na posse da nova diretoria do TJPE, realizada na tarde desta sexta-feira (2) | Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

"Acho que o produto principal do Poder Judiciário é prestar justiça com mais velocidade e eficiência. Nos preparamos, há quase seis meses, para implantar uma nova forma de fazer justiça, que é a implantação definitiva das diretorias, acabando o trabalho das unidades autônomas. Vamos implantar inteligência artificial nas unidades, inicialmente no Tribunal, depois em todo o interior e no Grande Recife também. É um projeto que vai diminuir o tempo do processo e procurar dar aos advogados a possibilidade de saber quanto tempo durará o processo. Hoje em dia, quando a parte entra com uma ação depende de onde 'cai', de onde vai ser... o que a gente procura é uniformidade", destaca. 

Atenção ao estado físico do patrimônio também é uma preocupação da nova gestão, que cita a implementação de serviços de modo preventivo.

Registro da sessão solene realizada na tarde desta sexta-feira (2), no Recife | Foto: Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco

"Vamos implantar ações de humanização dos prédios e melhorar a qualidade de vida dos servidores. Tudo isso está bem programado. Temos um orçamento razoável para o que pensamos. Também vamos trabalhar com a qualidade dos prédios, temos alguns em situação muito ruim. Vamos fazer correção em todos, criando equipes de manutenção. Não haverá mais necessidade de solicitar serviços, porque serão de forma preventiva, para evitar que os prédios se deteriorizem", diz.

Exemplos para essas iniciativas humanizadas, aliás, podem ser tirados de um episódio recente cuja instituição participou de forma pioneira. Em dezembro de 2023, o Fórum Thomaz de Aquino Cyrillo Wanderley, localizado no bairro de Santo Antônio, na área central do Recife, abriu as suas portas para o Instituto Banco Vermelho (@bancovermelho), que tem por objetivo principal provocar a sociedade a respeito do combate à violência contra a mulher e ao feminicídio

Banco instalado em frente ao Fórum Thomaz de Aquino Cyrillo Wanderley | Foto: Walli Fontenele/Folha de Pernambuco 

Por fim, sem dar detalhes, Barreto fala em melhorar os salários dos servidores e magistrados, assim como investir em modernidade por mais rapidez no dia a dia da Justiça.

"Vamos melhorar a qualidade remuneratória dos servidores e dos magistrados. Alguns reclamam, e a gente tem feito o possível. São muitos projetos, mas principalmente na modernização do Poder Judiciário. Trazer o que for melhor e mais moderno para que o processo seja veloz", promete o presidente.

Também marcam presença na solenidade: o presidente do Grupo EQM e da Folha de Pernambuco, Eduardo de Queiroz Monteiro; o ministro da Pesca e Aquicultura, André de Paula; a ministra de Ciência e Tecnologia, Luciana Santos; a vice-governadora de Pernambuco, Priscila Krause (Cidadania); a senadora Teresa Leitão (PT); o presidente do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), Valdecir Pascoal; o ex-governador de Pernambuco, João Lyra Neto; o presidente do Banco do Nordeste (BNB), Paulo Câmara; e o prefeito de Olinda, professor Lupércio (PSD), além de deputados estaduais e federais, secretários estaduais e municipais e outras autoridades.

Veja também

Um thriller chamado Brasil
OPINIÃO

Um thriller chamado Brasil

Deputado Fernando Monteiro nega atrito entre Lira e Lula; entenda
Brasília

Deputado Fernando Monteiro nega atrito entre Lira e Lula; entenda

Newsletter