Daniel Coelho aposta em Raquel Lyra para disputa do governo de Pernambuco em 2022

Deputado federal Daniel Coelho (Cidadania) - Reprodução

Para o deputado federal, Daniel Coelho (Cidadania), o nome da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB) seria o nome mais forte e estratégico do campo opositor ao PSB na disputa para o governo do estado em 2022. Apesar de reconhecer os nomes do prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira (PL), e do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho ( MDB), como nomes igualmente bons para disputar com o candidato lançado pelo PSB, a afinidade com a prefeita Raquel Lyra faz Daniel apostar na tucana para o governo estadual. 

“Temos três prefeitos de cidades importantes do estado como Caruaru, Jaboatão e Petrolina que se colocam como pré-candidatos, eu tenho uma aliança muito próxima com a prefeita Raquel, ela me apoiou e votou em mim para deputado federal na última eleição, a gestão dela é extremamente exitosa, acho ela muito competitiva numa eleição para governador, tenho respeito pelo prefeito Anderson e prefeito Miguel, mas acho que Raquel é a candidata mais forte desse conjunto” , afirmou. 
 
Pensando na conjuntura política que possa estar se desenhando entre PT e PSB para a disputa do próximo ano, Coelho defende que a Oposição ao governo socialista em Pernambuco, lance pelo menos duas candidaturas fortes que representem o campo oposicionista no estado. 

“A gente já sabe que há uma convergência entre o PSB e o PT, dificilmente a gente não terá um palanque em conjunto do PSB com o PT e Lula, então, considerando esse cenário, acho que a Oposição deveria ter pelo menos dois candidatos. O que a Oposição  deveria conduzir como estratégia , era que esses dois candidatos firmassem um pacto de não agressão, para que a gente não tivesse um desgaste no primeiro turno mas era importante duas candidaturas para forçar um segundo turno” , destacou.

Veja também

Cia aérea oferece teste PCR grátis nos voos entre Brasil e Europa
Pandemia

Cia aérea oferece teste PCR grátis nos voos entre Brasil e Europa

Eclipsado pela Covid, sarampo se alastra pelo Amapá e provoca duas mortes de bebês
Surto

Eclipsado pela Covid, sarampo se alastra pelo Amapá e provoca duas mortes de bebês