Daniel Coelho culpa dólar por aumento na inflação

Deputado federal, Daniel Coelho (Cidadania) - Reprodução

O vice-líder do Cidadania na Câmara dos Deputados, Daniel Coelho (PE), demonstrou, nesta quarta-feira (3), preocupação com o ritmo acelerado da inflação no país. E culpou a política cambial brasileira por fomentar a alta nos preços.

De acordo com o boletim Focus, do Banco Central, a expectativa para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2021 subiu de 3,82% para 3,87%. A realidade é que as famílias brasileiras têm sentido no bolso os efeitos dessa inflação. 

Gás de cozinha, gasolina, carne e arroz estão entre os vilões no quesito subida de preços. A arroz, por exemplo, subiu mais de 70% no ano passado.

Com a moeda americana mais valorizada que o real, o produtor de commodities tem maior lucratividade ao vender seus produtos para o mercado externo. O valor do dólar nas alturas também impacta na compra de insumos importados por muitas empresas brasileiras.

Para o vice-líder do Cidadania, não adianta adotar soluções artificiais para solucionar o caso.

“Com dólar a 5,7 reais, é impossível segurar a inflação e consequentemente o empobrecimento da população brasileira. Essa política de câmbio ajuda o agronegócio e destrói a renda da população urbana. Tentar segurar preços artificialmente fez a Venezuela ser a Venezuela”, afirmou Daniel Coelho.

Para o parlamentar uma das soluções para conter a inflação seria diminuir o custo do Estado sobre os empresários.

“Qual a solução? Reformas que diminuam o custo do Estado. Estabilidade política sem ataques ou conflitos com instituições e poderes estabelecidos. Menos intervenção estatal. VACINAÇÃO EM MASSA. Já basta Maduro e Fernandez tentando reinventar a roda na Venezuela e Argentina”, acrescentou.

Veja também

Procon interdita pub The Queen, em Boa Viagem, por funcionar em horário proibido
Irregular

Procon interdita pub The Queen, em Boa Viagem, por funcionar em horário proibido

Recife amanhece com ruas alagadas, neste domingo (11), após chuva forte na madrugada
Chuvas

Recife amanhece com ruas alagadas, neste domingo (11), após chuva forte na madrugada