Danilo Cabral cobra volta da Operação Carro-Pipa

Câmara dos Deputados

Por causa da suspensão do Programa Emergencial de Distribuição de Água, conhecido como Operação Carro-Pipa, o deputado federal Danilo Cabral, líder do PSB na Câmara dos Deputados, cobrou, através de pedido de informações, ao Ministério da Defesa, responsável pela ação em conjunto com o Ministério do Desenvolvimento Regional, a retomada da iniciativa. Segundo informações do governo federal, há problemas com a operação em todo país que o programa teria suas atividades completamente paralisadas em março.

 

“Temos recebido reclamações de vários municípios pernambucanos sobre a suspensão da distribuição de água por carros-pipa, que é uma importante iniciativa do governo federal para as localidades onde não há abastecimento d’água para consumo humano. Por isso, solicitamos aos ministérios informações e a pronta retomada do programa”, afirmou Danilo Cabral. 

 

A Operação Carro-Pipa federal é executada há mais de 20 anos em toda a região rural do Semiárido, abrangendo os estados do Nordeste e parte de Minas Gerais e Espírito Santo. Em 2020, a média mensal de atendimento foi de cerca de dois milhões de pessoas em 600 municípios. No total, foram investidos R$ 603 milhões para o serviço. Uma das justificativas para a suspensão do programa é pelo fato de o Orçamento da União para este ano ainda não ter sido aprovado pelo Congresso Nacional. 

 

“Mas os ministérios têm recebido créditos extraordinários para despesas emergenciais e a Operação Carro-Pipa, por ser recorrente, não é considerada emergencial. Isso é meramente burocrático. É claro que assegurar água potável para a população é uma questão urgente e que deveria demandar atenção do governo”, criticou Danilo Cabral. Em seu pedido de informação, o parlamentar questiona, inclusive sobre a operacionalização do programa neste ano. 

 

De acordo com a vice-presidente da Amupe e prefeita de Surubim, Ana Célia, a situação de muitos municípios é dramática, sobretudo no Agreste de Pernambuco, onde o inverno não chegou. “Estamos em meio a uma crise sanitária, muitos reservatórios estão com níveis baixos e, onde tem água, não tem mais carro-pipa para captar e distribuir nas cidades e povoados”, declarou Ana Célia. A prefeita ressalta que, neste momento de grande dificuldade, a população precisa de proteção do Poder Público e não do corte de serviços básicos. "Nós só vamos conseguir vencer esta terrível situação se todas as esferas de governo fizerem a sua parte e atuarem juntas para proteger a vida dos nossos cidadãos e cidadãs”, acrescentou. 

 

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, tem 30 dias para responder ao pedido de informação a partir do seu recebimento, sob o risco de crime de improbidade. 

Veja também

Senado: Flávio Bolsonaro representa contra Kajuru no Conselho de Ética
Atrito

Senado: Flávio Bolsonaro representa contra Kajuru no Conselho de Ética

UFPE publica edital de matrícula relativo ao SISU 2021 com novo cronograma
Graduação

UFPE publica edital de matrícula relativo ao SISU 2021 com novo cronograma