Discurso de convenção rebate críticas à idade de João e fala em combater “ódio e preconceito”

João Campos (PSB) - Foto: Reprodução

Um dos pontos utilizados pelos críticos da sua candidatura, a idade do candidato a prefeito pelo PSB, João Campos, que completará 27 anos após o pleito de novembro, foi abordada em seu discurso na convenção da Frente Popular, que oficializou o seu nome como postulante ao Executivo Municipal, nesta terça-feira (15). 

"Eu sei que muitos podem estar questionando 'mas por que tão cedo, João?'. A gente não escolhe a hora do desafio, temos a obrigação de enfrentá-lo de cabeça erguida. Posso dizer a cada um e a cada uma de vocês, estou pronto para esse desafio. Sei o tamanho da responsabilidade que é poder cuidar da minha cidade", afirmou. 

Na convenção, a juventude do candidato foi utilizada como um trunfo. Ele foi apresentado como "um deputado federal da nova geração recifense", "um jovem aguerrido, cheio de energia e planos". Nomes como Geraldo Julio, prefeito do Recife e Carlos Lupi, presidente nacional do PDT também o elogiaram pela juventude. “Para escalar o craque do time, a gente nunca olha idade, olha o talento para furar gols. E João vai furar os gols e vai ajudar os companheiros a vencer cada partida”, disse Geraldo. 

Já Lupi frisou que "João Campos é o prefeito que Recife merece" e que ele resgatará "a esperança da nova geração". Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB foi na mesma linha, e apontou que João é "um grande nome, uma nova liderança para um novo momento do Recife".

Ódio
João Campos ainda utilizou o discurso para abordar a possibilidade da "onda de intolerância e preconceito" que ocorre no País chagar ao pleito do Recife.  "Essa onda de intolerâcia e ódio que está Brasil afora, certamente pode chegar aqui no Recife. Mas, a cada intolerância, a cada preconceito direcionado à nossa candidatura, responderemos com propostas e ideias para a nossa cidade", afirmou João, frisando que diferencia a crítica do argumento intolerante. "A crítica faz parte da democracia e é boa, nos ajuda".