‘Em 2018 quem estava com Bolsonaro foi eu’ diz Marco Aurélio

Deputado estadual Marco Aurélio (PRTB) - Divulgação

Apoiador ferrenho do presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido), o deputado estadual Marco Aurélio (PRTB) afirma que irá tentar angariar o apoio do chefe do Poder Executivo nacional para sua candidatura a prefeitura do Recife. Apesar de o presidente Jair Bolsonaro já ter expressado publicamente que não apoiaria nenhum candidato nas eleições municipais deste ano, Marco Aurélio espera conseguir seu apoio na disputa eleitoral de novembro na capital pernambucana. 

“Em 2018, basta olhar a rede social, quem estava com Bolsonaro foi eu. Em 2019 quem defendeu o governo de Bolsonaro no plenário foi eu. Eu não fiquei esperando ele melhorar (nas pesquisas), como ele está bem, eu estava lá. Agora, em 2020, eu espero que ele vote em mim porque eu votei nele, eu defendi ele”, disse.

Porém, mesmo se não conseguir o apoio do presidente Jair Bolsonaro, Marco Aurélio garante que continuará apoiando o Governo Federal. “Eu estou me esforçando, vou fazer de tudo para que ele (Bolsonaro) me apoie, porque eu já votei nele e eu gostaria muito que ele agora votasse em mim. Mas se ele não votar em mim, eu continuarei apoiando o governo dele esse ano, ano que vem, e estarei no palanque dele em 2022 porque eu não sou Bolsonaro por ocasião e nem por oportunismo”, disse.

Na sua participação no Programa Folha Política desta quinta-feira (06) da Rádio Folha FM 96.7, o parlamentar criticou o número de multas que vêm sendo aplicadas nos condutores recifenses. “Eu discuto a questão da multa desde a época que eu era vereador. Eu apresentei projetos, eu tenho duas ações no Ministério Público, uma no federal e uma no estadual”, questionou.

 

Ouça a entrevista completa no podcast abaixo:

Folha de Pernambuco · 06.08.20 - Folha Política com Marco Aurélio PRTB