Em carreata na Zona Norte, Coronel Feitosa afirma que vai livrar o Recife da esquerda

Wilamy Henrique

Na noite desta quarta-feira (21), o Coronel Feitosa, do Partido Social Cristão, realizou uma carreata pela Zona Norte do Recife, acompanhado do candidato a vereador Nelson Monteiro (PSC). O evento percorreu os bairros de Beberibe, Linha do Tiro, Alto José Bonifácio, Brejo, Nova Descoberta, Vasco da Gama, Alto José do Pinho, Bomba do Hemetério e Alto Santa Teresinha.

Jipes e outros veículos seguiram o Coronel e carregaram as cores verde e amarela pelas ruas da cidade. Durante o percurso, o candidato realizou algumas pausas para cumprimentar os moradores. “É muito bom chegar aqui e ser acolhido pelas pessoas. Posso sentir que elas confiam em mim e que querem o mesmo que eu: um Recife verde amarelo, forte e cristão”, afirmou. 

Em seu discurso durante a carreata, Coronel Feitosa disse que para ser prefeito do Recife, é preciso ter competência e transparência na gestão. “Temos que consertar os estragos e livrar o Recife das amarras da esquerda”.

Ibura

O Coronel Feitosa também foi ao Ibura e compareceu a um evento cultural organizado pela candidata a vereadora Neta da Feijoada. Mais de 30 jovens estiveram presentes, debatendo sobre as manifestações culturais da cidade. “Nada melhor do que a cultura da nossa cidade, do nosso estado. Muitas crianças e jovens se expressam através da música, da dança e de outras expressões artísticas. Tenham certeza de que esse segmento terá todo o meu apoio, pois eu irei incentivar a promoção cultural e artística criando um calendário cultural com festivais, circuitos e agendas que promovam os equipamentos como teatros, museus e cinemas, incluindo os artistas, os jovens e a nossa cultura”, declarou o coronel.

Veja também

Governo lança nova cartilha de informações financeiras para refugiados
Economia

Governo lança nova cartilha de informações financeiras para refugiados

Sem citar Eduardo Bolsonaro, Mourão defende relação com a China
brasil

Sem citar Eduardo Bolsonaro, Mourão defende relação com a China