Em carta-resposta ao PTB, Álvaro Porto reafirma apoio a Marília Arraes

Divulgação

O deputado estadual Álvaro Porto reiterou, nesta quarta-feira (25), à direção estadual do PTB, o apoio à candidatura de Marília Arraes (PT) à Prefeitura do Recife. Por meio de carta, destacou respeitar as instâncias partidárias mas afirmou que seu maior compromisso é com os seus princípios e com os pernambucanos que o elegeram para representá-los na Assembleia Legislativa.

Diante disso, reafirma que irá “manter a declaração de apoio irrestrito“ à candidatura da petista, “por entender que ela representa a melhor alternativa para ocupar a Prefeitura do Recife e coibir os desmandos praticados pela gestão do PSB”.

Na última terça-feira (24) o deputado recebeu comunicado da direção estadual do PTB solicitando que ele recuasse e deixasse de apoiar Marília, sob pena de sofrer medidas punitivas previstas no estatuto do partido. Todavia, Porto observa que, diante do grave quadro pelo qual passa o Recife, “levada ao caos pela gestão do PSB”, não há outra alternativa.

Na carta-resposta, o deputado salienta que, somente em 2020 a Prefeitura do Recife foi alvo de seis operações da Polícia Federal para combater escândalos de corrupção decorrente do mau uso do dinheiro público que deveria ser empregado no combate à pandemia do coronavírus.

“Somados aos ilícitos imputados pelas autoridades policiais e do Ministério Público à gestão estadual do PSB, investigados pelas operações Torrentes, Vórtex, FairPlay, entre outras, é que entendemos que o melhor caminho para o Recife é a eleição da candidata Marília Arraes”, observa.

Na carta, Álvaro Porto revela ter se surpreendido negativamente quando soube, pela imprensa, da intervenção do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, no PTB pernambucano após o ex-senador Armando Monteiro ter declarado apoio à candidatura petista.

Ele lembra que se filiou ao PTB em 2013 pelas mãos de Armando, a quem define como “pessoa de retidão e caráter inquestionável”, com o intuito de fazer contraponto político ao PSB. Com esta missão, frisa, ocupou a vice-liderança da oposição ao governo socialista na Assembleia, durante o primeiro mandato.

“Em 2018, ainda sob o prisma de realizar uma oposição incansável e sistemática ao PSB, fui reeleito deputado estadual, cargo que exerço atualmente, através do qual denuncio os mais variados desmandos, inclusive escândalos de corrupção praticados pelo governo estadual”, relata.

Porto lembra ainda que, no primeiro turno, seguindo a orientação partidária e a liderança de Armando Monteiro, declarou apoio irrestrito a  candidatura de Mendonça Filho (DEM), à Prefeitura do Recife.

Veja também

Fiocruz negocia mais 15 milhões de doses de vacina da AstraZeneca
Coronavírus

Fiocruz negocia mais 15 milhões de doses de vacina da AstraZeneca

EUA supera 25 milhões de casos de Covid-19
Coronavírus

EUA supera 25 milhões de casos de Covid-19