Em Caruaru, candidato troca carreatas por bicicletas e elimina fogos de artifícios da sua campanha

Divulgação

Uma das atividades mais comuns em campanha eleitoral, a carreata, é vista pelo candidato a prefeito de Caruaru, Marcelo Gomes (PSB), como algo ultrapassado, que não dialoga com as boas práticas e cidadania. Ele decidiu que não promoverá agendas nesse formato, e vai assumir mobilizações com bicicletas, para estimular atitudes mais sustentáveis e colaborativas. 

“A carreata fere a legislação do trânsito, coloca vidas em risco, aumenta a poluição atmosférica e sonora, quebra protocolos sanitários importantes diante da pandemia, gera uma série de transtornos, além de ser um falso símbolo de poder, baseado em antigos modelos de ostentação econômica. Não faz parte mesmo de nosso posicionamento”, declara.

Disputando sua primeira eleição a cargo executivo, Marcelo também determinou a eliminação do uso de fogos de artifício com efeitos sonoros, também em respeito à população e ao meio ambiente. 

“Quero ser prefeito para levar minha mensagem, minhas propostas à cidade e desde já, busco dar o exemplo, como instrumento de transformações para melhor. Sou do diálogo, não do isolamento, sou da construção inovadora, não da imposição dos velhos modelos”.

A primeira Bicicleata 40 vai acontecer no próximo domingo (04.10),  às 9h. “Convido a população a fazer parte desse marco da nossa caminhada na busca por uma Caruaru que faz melhor, inova e integra”, chama o candidato. A concentração será no comitê da campanha de Marcelo Gomes, que fica na Avenida Oswaldo Cruz, nº 83, e contará com a participação da candidata a vice, Ailza Trajano, militantes, apoiadores e simpatizantes da Frente Popular de Caruaru, que reúne PSB, MDB, PDT e PCdoB.