Em Pernambuco, Lula promete fazer indústria voltar a crescer

Segundo o presidente, o Brasil produz-se hoje metade da quantidade de carros que produzia em 2010

Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em discurso no Polo Automotivo Stellantis de Goiana, na Zona da Mata Norte, disse, na tarde desta terça-feira (06), que o Brasil é para ter empresários que tenham coragem para investir e trabalhadorres trabalhando satisfeitos com aquilo que estão fazendo e brigando para cada vez ganhar mais e fazer mais. "Com o Estado crescendo, a cidade crescendo  e o povo vivendo em um clima de paz e harmonia", afirmou.

O líder petista lembrou que quando foi presidente da outra vez, o Brasil chegou a ser a sexta economia do mundo, mas hoje voltou a décima segunda colocação no ranking. "Tudo isso porque fizemos uma política que colocava o pobre  como sujeito da história  e não como esquecido nas periferias", acrescentou. Segundo Lula, o milagre da economia brasileira no governo petista foi colocar o povo pobre no orçamento.

Lembrou que quando saiu da presidência em 2010, deixou o País com R$  2,7 trilhões.  "Quando eu, em 2010, fiz uma reunião com a indústria, estávmos vendendo 3,8 milhões de carros. Era recorde da indústria automobílistica. A previsão era de que em 2015 pudéssemos chegar a 5 ou 6 mihões de carros produzidos. Hoje, o Brasil produz menos de 2 milhoes", revelou.

Para Lula, esse dados mostram que também não cresceram os empregos, a massa salarial, o poder de consumo e o país só regrediu. "Nós voltamos para recuperar este País", prometeu.

Para Lula, o Braasil não merecia passar pelo que passou. "Merecia melhor sorte. Este pais era respeitado no mundo. "Voltamos para fazer o Brasil voltar a ser protagonista internacional", avisou.

Segundo Lula, os investimentos que o Brasil precisa deve vir da credibilidade do governo. "Como vou convencer o empresário a colocar dinheiro nesse país se eu não der para ele garantia?", indagou.  De acordo com ele, não há nenhuma "explicação histórica para o Brasil ter os juros mais altos do mundo, de 13,75% , quando na verdade a inflação em doze meses está em 4,7% ".

Segundo Lula, quem perde com isso é não só povo, mas também o empresário, independentemente do porte, que quer investir. "Ele só pode ter acesso ao dinheiro se o dinheiro for barato. Se for caro, as pessoas não tomam dinheiro emprestado porque não podem pagar", esclareceu.

Segundo Lula, o Brasil tem hoje 72 milhões de pessoas na lista do Serasa. "Pessoas que fizeram dívida para comer, que usaram o cartão de crédito para isso e agora não podem pagar, por irresponsabilidade de um govenante que não soube entender a índole do povo brasileiro", disse, prometendo que o Brasil vai voltar a ter crédito barato. .

Lula prometeu tratar o Nordeste da mesma forma que o Sul. "Não é justo o Nordeste ser tratado como se fosse o segundo primo ou primo pobre deste País", afirmou. Antes de finalizar, o presidente lembrou que foi ele, junto com o ex-governador Eduardo Campos, que lançou a pedra fundamental da Stellantis.

"Eu fiquei boquiaberto com o que vocês conseguiram fazer numa cidade do interior. Se depender do nosso governo, essa fábrica, pernambuco e o Brasil vão continuar crescendo", explicou.

Veja também

Chuva no Recife: Apac emite alerta para a Região Metropolitana, Agreste e Zonas da Mata Norte e Sul
CHUVAS EM PERNAMBUCO

Chuva no Recife: Apac emite alerta para a Região Metropolitana, Agreste e Zonas da Mata Norte e Sul

Alemanha x Escócia: saiba onde asssitir e confira escalações
Eurocopa 2024

Alemanha x Escócia: saiba onde asssitir e confira escalações

Newsletter