Em reunião com Amupe, Pazuello promete vacinar metade do grupo prioritário até meio do ano

Reunião contou com participação do presidente da Amupe, José Patriota - Divulgação/Amupe

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, prometeu, nessa quarta-feira (3), vacinar metade da população prioritária definida pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) até metade deste ano.

O total corresponde a aproximadamente 38 milhões de pessoas. Até agora, cerca de 7,35 milhões de doses já foram aplicadas, segundo dados do consórcio de imprensa da quarta-feira.

A expectativa foi citada pelo general em reunião com presidentes das 26 entidades estaduais ligadas à Confederação Nacional de Municípios (CNM), incluindo o presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota.

No encontro, Pazuello ainda afirmou que, a partir de 20 de março, será duplicado o número de vacinas com entrega regular semanal aos estados e municípios. 

Na mesma reunião, Pazuello citou a intenção de compra de vacinas da Pfizer e Janssen. "Tratamos com a Pfizer e Johnson & Johnson para que tenhamos a partir de maio próximo mais 138 milhões de doses para imunizar a população", diz o ministro. O cronograma de entrega, no entanto, prevê entrega intercalada até dezembro.

Leia também:
Ministério não é 'máquina de fabricar soluções', mas tenta resolver problemas, diz Pazuello
Brasil tem novo recorde, com 1.910 mortes por Covid-19 registradas nas últimas 24h


Pazuello também alertou para que os municípios se preparem para aumentar a sua capacidade de vacinação, e que não faltará recursos para compra de vacinas, embora haja dificuldade de fornecimento por parte do mercado. 

Por fim, o ministro ficou de encaminhar à CNM um cronograma de distribuição das doses.

O presidente da Amupe, José Patriota, questionou o ministro quanto a um possível confisco, por parte do governo federal, de doses compradas independentemente pelos municípios.

"Nenhum Estado ou município é melhor que o outro. Vamos seguir com o Plano Nacional de Imunização e cumprir com o pacto federativo", respondeu Pazuello.

Patriota avaliou a reunião de maneira positiva pelo estabelecimento do diálogo com o Ministério da Saúde.

“O momento é de muita ansiedade, face à gravidade da situação, mas estamos buscando caminhos. A Amupe e a CNM estão de prontidão em busca de soluções assertivas", concluiu Patriota. 

Plano Nacional de Imunização
O PNI define como grupos prioritários idosos, trabalhadores de Saúde, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente grave, indígenas, quilombolas, ribeirinhos, pessoas em situação de rua e trabalhadores de setores como educação, forças de segurança, transporte, indústria e Forças Armadas.

Ao todo, segundo estimativas do Ministério da Saúde, há 77.219.259 pessoas nesses grupos.

Veja também

Procon interdita pub The Queen, em Boa Viagem, por funcionar em horário proibido
Irregular

Procon interdita pub The Queen, em Boa Viagem, por funcionar em horário proibido

Recife amanhece com ruas alagadas, neste domingo (11), após chuva forte na madrugada
Chuvas

Recife amanhece com ruas alagadas, neste domingo (11), após chuva forte na madrugada