Em reunião com embaixador americano, Paulo Câmara defende ações em defesa do meio ambiente

Todd Chappman - Reprodução/ Emabaixada

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), representou o Nordeste em reunião com o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman. O encontro acontece na semana que o governo amerciano promove a cúpula do clima e reúne líderes mundiais, incluindo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

No encontro entre os brasileiros e o embaixador, que aconteceu de forma virtual na tarde desta terça-feira, o governador Paulo Câmara fez questão de afirmar que os governadores possuem planos estaduais para mudanças climáticas e estão buscando intercâmbios de informações sobre o tema em outros países. Além de reforçar que os governadores estão conscientes da necessidade do avanço do acordo de paris e compromisso com suas metas. 

Além do governador de Pernambuco, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), também esteve representando o Nordeste nesta reunião. O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), também participou do encontro. 

"Compromissos que são caros a todos nós. Compromissos que vão desde a redução de gases do efeito estufa a preservação ao reflorestamento, nós governadores que assinam esta carta, tem o compromisso com essa atuação", disse Paulo Câmara durante a reunião desta tarde. O pernambucano também falou sobre projetos do governo dele como o carbono zero em Fernando de Noronha. Afirmou que o Nordeste tem potencial para energias renovaveis e para fazer parcerias e criar oportunidades na área ambiental. Ao final o gestor ratificou o apoio da Região Nordeste e lembrou que os governadores estão unidos.

Os governadores, também entregaram a Todd Chapman uma carta para ser entregue ao presidente dos EUA, Joe Biden. Intitulada "Nordeste pela ação climática", o texto foi encaminhado ao embaixador durante esta reunião. "Nós, governadores dos nove Estados do Nordeste, afirmamos que a promoção do desenvolvimento econômico, social e ambiental baseado na descarbonização da economia, conservação dos recursos e ambientes naturais e na adaptação às mudanças do clima é responsabilidade principal dos governos nas diferentes esferas, reafirmando, assim, os princípios do Acordo de Paris, as Contribuições Nacionalmente Determinadas do Brasil e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável", diz um trecho do documento. 

Veja também

Vacinação reduz em 95% mortes por Covid-19 na Itália
Pandemia

Vacinação reduz em 95% mortes por Covid-19 na Itália

Copa do Mundo de Paracanoagem: Cowboy leva mais um ouro e dupla feminina vai para Tóquio
Olimpíadas

Copa do Mundo de Paracanoagem: Cowboy leva mais um ouro e dupla feminina vai para Tóquio