"Estou ciente do meu papel", diz Marília Arraes sobre construção de chapa proporcional do PT no Recife

A pré-candidata à Prefeitura do Recife pelo PT, deputada federal Marília Arraes, respondeu as declarações do presidente municipal do partido, Cirilo Mota, de que não estaria contribuindo para a composição da chapa proporcional petista. Por meio de nota, Marília disse que na última reunião do diretório municipal pediu ao PT que “conduzisse esta e outras questões pertinentes à candidatura”. Ela também apontou estar “ciente” do seu papel e que tem “trabalhado para contribuir com a construção dessa chapa proporcional, inclusive em contato permanente com pré-candidaturas já anunciadas”.

“Também reforço que tenho dialogado com outros quadros do Recife que podem se incorporar o projeto do nosso partido”, complementou. 

Horas antes da reunião do diretório do PT no Recife com os pré-candidatos a vereador da Capital, Cirilo ainda sinalizou que, até o momento, "todo o esforço" para a construção da chapa proporcional foi do diretório municipal. "Esperamos que a nossa candidata contribua também com a formação da chapa. Até então, todo o esforço foi do diretório municipal", frisou o presidente. "O papel do PT como centro da tática é cuidar da chapa de vereadores e isso também é papel da nossa candidata Marília Arraes", acrescentou.