Ex-esposa denuncia secretário, que entrega o cargo

Foram registrados dez boletins de ocorrência ao longo dos anos

Reprodução/TV Globo

O secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Justiça, Pedro Eurico, foi denunciado pela ex-esposa, a economista aposentada Maria Eduarda Marques de Carvalho, com quem manteve um relacionamento durante 25 anos. De acordo com ela, que deu declarações exclusivas exibidas no NE TV, da Rede Globo, na noite desta terça-feira (7), foram registrados dez boletins de ocorrência ao longo dos anos com acusações de agressão física, psicológica e ameaças de morte. O último boletim foi registrado em novembro.

Em nota, o secretário anunciou seu afastamento do comando da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos e declarou que “as denúncias improcedentes de agressão datam de mais de 10 anos e muitas destas foram retiradas pela suposta vítima perante a Justiça”. “Lamentamos as inverdades envolvendo minha vida pessoal”, disse.  

Já o Governo do Estado reforçou, em nota, o afastamento do secretário e anunciou que o secretário executivo de Coordenação e Gestão, Eduardo Figueiredo, vai responder pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco. O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) informou que não pode conceder informações sobre concessão de medidas protetivas por ser um instrumento jurídico que corre em segredo de justiça e a Polícia Civil esclareceu que não pode fornecer informações sobre a referida investigação.

Veja também

Publicidade Legal - 20 de Janeiro de 2022 - Editais e balanços

Publicidade Legal - 20 de Janeiro de 2022 - Editais e balanços

Bolsonaro não garante reajuste para policiais, mas diz que aumento para outros servidores só em 2023ORÇAMENTO

Bolsonaro não garante reajuste para policiais, mas diz que aumento para outros servidores só em 2023