Executiva estadual da Rede nega aliança com o PSB em Olinda

Foto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

Por meio de uma nota, a Executiva Estadual da Rede Sustentabilidade negou, nesta terça-feira, 14, que o diretório municipal da legenda fez aliança com o PSB em Olinda. Além disso, destacou que a Comissão Municipal Provisória da REDE em Olinda está vencida desde dezembro de 2019 e sua reorganização está sendo objeto de debate entre a Direção Estadual do Partido e o conjunto dos filiados do município.

O partido ainda afirmou que não definiu sua tática em relação à política de alianças no processo sucessório de Olinda. “Por se tratar de um município com mais de 200 mil eleitores, essa tática será debatida e definida, necessariamente, pelas instâncias municipal, estadual e nacional da REDE, conforme resolução do Elo (Diretório) Nacional”, diz um trecho da nota.

“Qualquer manifestação pública em relação à tática eleitoral da REDE em Olinda, que não tenha sido definida pelas instâncias partidárias acima citadas, tem caráter meramente pessoal e não representa a posição do Partido”, completou.

Na manhã desta terça, o PSB em Olinda confirmou a aliança que propõe a pré-candidatura de Pedro Mendes à Prefeitura. O Costura foi feita pelo presidente do PSB municipal, Sivaldo Leal, com Edson Celestino, representando a Rede Sustentabilidade em Olinda. A direção estadual da Rede, contudo, diz que Edson não pode firmar a aliança, justamente, porque a comissão municipal da Rede no município está vencida.