Gadêlha apresenta emendas para barrar realocação de recursos

Pedetista quer assegurar recursos da educação - Divulgação

O deputado federal Túlio Gadêlha (PDT) apresentou quatro emendas ao projeto de lei do presidente Bolsonaro que pretende realocar R$ 1,4 bilhão do orçamento do Ministério da Educação para financiar obras de infraestrutura. Duas delas para a educação profissional e tecnológica e outras duas para educação básica. Esses são alguns pontos ameaçados pela proposta do executivo nacional que já está no Congresso e aguarda apreciação dos parlamentares.  

A primeira emenda apresentada por Gadêlha tenta barrar a realocação dos recursos do Programa de Produção, Aquisição e Distribuição de Livros e Materiais Didáticos e Pedagógicos para a Educação Básica no montante de R$ 298 mi; a segunda cancela o remanejamento da verba que está no programa de Fomento ao Desenvolvimento e Modernização dos Sistemas de Ensino de Educação Profissional e Tecnológica no valor de R$ 115 mi.

A terceira impede que R$ 108 mi destinados ao programa de Apoio à Expansão, Reestruturação e Modernização das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica sejam usados para outras finalidades; e a quarta e última mantém a quantia e R$ 57 mi no orçamento do programa Apoio à Manutenção da Educação Infantil.“Nossa intenção é não deixar que ações federais voltadas para a educação sejam esvaziadas. Entendemos que obras de infraestrutura são importantes, mas remanejar recurso da educação não é a solução”.

O projeto do presidente Bolsonaro realoca um total de R$ 6,1 bi para custear obras de infraestrutura ainda neste ano. A pasta mais atingida seria a da Educação. Esse ministério perderia R$ 1,4 bi, prejudicando compras de livros didáticos, construção e reformas de escolas, ensino em tempo integral, entre outros pontos.  

 

 

Veja também

TSE faz testes preparatórios para segundo turno das eleições
eleições

TSE faz testes preparatórios para segundo turno das eleições

Bárbara Paz retrata em 'Babenco' o artista e o homem na intimidade
cinema

Bárbara Paz retrata em 'Babenco' o artista e o homem na intimidade