Gleide Ângelo nega papel nas eleições municipais: "O meu lugar até 2022 é na Assembleia Legislativa"

Nesta terça-feira (04), a deputada estadual Gleide Ângelo (PSB) usou as redes sociais para reforçar que "até 2022 o seu lugar é na Assembleia Legislativa de Pernambuco". A declaração foi dada no mesmo momento em que o seu nome voltou a ser especulado para as eleições municipais deste ano. Com a retirada da candidatura do ex-deputado Sílvio Costa (Republicanos) em Jaboatão dos Guararapes, o nome da parlamentar chegou a ser cogitado para disputar a prefeitura do segundo maior colégio eleitoral do Estado, mas Gleide sempre fez questão de deixar claro que sua prioridade é concluir o mandatado na Alepe. 

O nome de Gleide Ângelo também foi especulado para ocupar a vice do deputado federal João Campos (PSB). Com a confirmação da pré-candidatura da Delegada Patrícia Domingos (Podemos) no Recife, a avaliação era de que a delegada da Polícia Civil poderia ser um contraponto político à pré-candidata do Podemos. Gleide, contudo, sempre se manteve firme na intenção de concluir o mandato e não assumir nenhum papel nas eleições deste ano.

Confira a manifestação da deputada estadual Gleide Ângelo:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

ELEIÇÕES Nesta terça-feira (04), a deputada estadual Gleide Ângelo (PSB) usou as redes sociais para reforçar que "até 2022 o seu lugar é na Assembleia Legislativa de Pernambuco". A declaração foi dada no mesmo momento em que o seu nome voltou a ser especulado para as eleições municipais deste ano: com a retirada da candidatura do ex-deputado Sílvio Costa (Republicanos) em Jaboatão dos Guararapes. O nome da parlamentar chegou a ser cogitado para disputar a prefeitura do segundo maior colégio eleitoral do Estado, mas Gleide sempre fez questão de deixar claro que sua prioridade é concluir o mandato na Alepe. Confira no vídeo acima e saiba mais no Blog da Folha e Portal Folha de Pernambuco (link nos stories). #jaboatão #alepe #eleições2020 #recife #pernambuco Vídeo: Divulgação

Uma publicação compartilhada por Folha de Pernambuco (@folhape) em 4 de Ago, 2020 às 3:45 PDT