Governador do Piauí rebate Bolsonaro e cobra volta do auxílio emergencial no valor de R$ 600

Durante uma live, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou, nessa quinta-feira, 1º, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), de demagogo por críticas à demora na retomada do auxílio emergencial. A declaração do presidente repercutiu e o chefe de Estado, que também é presidente do Consórcio Nordeste e coordenador da temática Estratégias para vacina contra Covid-19 no Fórum Nacional dos Governadores, rebateu discordando do valor prometido pelo governo federal para a nova rodada do benefício.

Dias defendeu o valor de do benefício de R$ 600 para compensar também o período que a população ficou sem o pagamento. ”Mas as condições do meu Estado e dos demais não são comparáveis às da União. Veja o bom exemplo dos Estados Unidos da América, o presidente Joe Biden anunciou hoje um pacote com U$ 2,3 trilhões, equivalente no Brasil seria  R$ 13,1 trilhões. O que estamos pedindo para os mais pobres no Brasil seria R$ 44 bilhões e tenho certeza que mandando a proposta o Congresso Nacional como fez no ano passado, aprova na hora, com apoio da base do governo e da oposição”, declarou Dias.

O governador ainda afirmou que está trabalhando duro para oferecer crédito de apoio às atividades econômicas, com o foco para renda. "Vamos seguir buscando o diálogo, independente das disputas eleitorais e tratando o Presidente da República do meu país, como o chefe de Estado a quem devemos recorrer para socorrer, especialmente os que mais precisam, os mais pobres, os que passam fome sim, que precisam de mais vacinas e solução para filas nos hospitais...", ressaltou o Dias. “Aqui no Piauí, a exemplo de outros Estados e alguns municípios, estamos ajudando aos mais pobres como podemos", completou.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), saiu em defesa do colega Wellington Dias e enfatizou que o auxílio emergencial é tarefa do governo federal. "Agora, Bolsonaro nessas lives que ele faz disse que o Wellington estaria fazendo demagogia, que ele é responsável pela perda dos postos de trabalho do Piauí, que Wellington que tem que garantir auxílio emergencial para o povo do Piauí. Muito bem, então Bolsonaro fica com a live, com o cercadinho e as férias? E o governador tem que fazer tudo no lugar dele? Não. Auxílio emergencial é uma tarefa federal no mundo inteiro. Nos Estados Unidos, Biden acabou de lançar um pacote sócio-econômico. Então, nós temos que tratar isso a sério”, disse.

Veja também

Bruna Marquezine mostra Mia, sua gatinha de estimação
Famosos

Bruna Marquezine mostra Mia, sua gatinha de estimação

Senador pede para participar da CPI por ter comorbidade e cita vaga para as mulheres
CPI da Covid

Senador pede para participar da CPI por ter comorbidade e cita vaga para as mulheres