Governador lembra golpe militar de 1964 e diz que data não deve ser comemorada

Em uma semana de crise nas Forças Armadas, o governador Paulo Câmara (PSB) lembrou os 57 anos do início do regime militar em suas redes sociais. O chefe do Executivo estadual afirmou que a data deve ser lembrada, mas jamais comemorada. 

Paulo Câmara afirmou que a data serve para reverenciar os que lutaram para restaurar a liberdade e democracia. O gestor lembrou o ex-governador Miguel Arraes e sua resistência ao regime que estava tomando o poder na época. No dia 1.º de abril de 1964, o então governador de Pernambuco foi deposto pelo Exército brasileiro.

 

Veja também

Seleção masculina de vôlei terá Carlos Schwanke como substituto de Renan
Vôlei

Seleção masculina de vôlei terá Carlos Schwanke como substituto de Renan

Bolsas de estudo com visto para trabalhar no Canadá são oferecidas a brasileiros
Educa Mais

Bolsas de estudo com visto para trabalhar no Canadá são oferecidas a brasileiros