Governadores negociam compra da vacina russa Sputinik V

Comissão de governadores visita às instalações da fábrica da União Química, em Santa Maria, Distrito Federal, onde é produzida a vacina Sputnik V, da Rússia - Divulgação

No contexto em que o Brasil passa pela pior fase da pandemia, chegando ao lamentável recorde de 1.726 mortes em 24 horas, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa, governadores brasileiros aceleram articulações em busca de aquisições de vacinas. Nesta terça-feira (2), a primeira agenda do Fórum de Governadores foi a visita às instalações da fábrica da União Química, em Santa Maria, Distrito Federal, onde é produzida a vacina Sputnik V, da Rússia. A expectativa dos gestores é que seja entregue até a próxima sexta-feira (5) o pedido de autorização definitiva a Anvisa, para que o imunizante possa ser comercializado. 

“A documentação da Sputnik V foi entregue à Anvisa e, havendo autorização, já deveremos ter, a partir do mês de abril, a fabricação desse imunizante no Brasil. Isso vai nos ajudar a acelerar o processo de vacinação da nossa população, juntamente com a produção dos laboratórios Butantan e Fiocruz, para termos mais opções de vacinas. Até porque, a quantidade de vacinas, hoje, ainda está bem aquém do necessário para garantirmos uma cobertura satisfatória para a população brasileira”, afirmou o governador Paulo Câmara, lembrando que a Sputnik V apresentou um nível de eficácia acima de 90% contra o novo coronavírus na última etapa de testes no seu país de origem.

"Nós tivemos aqui com a presença do Ministério da Saúde, com a presença dos governadores, os Procuradores-Gerais da República e do Senado", narrou Wellington Dias, governador do Piauí e coordenador da temática de vacina no Fórum Nacional de Governadores em coletiva de imprensa ao final de visita a fábrica/União Química. "A notícia nova é que eles entregam até sexta-feira a documentação já da fase 3, para o pedido de autorização definitiva. Para que também o compromisso com a autorização emergencial [aconteça até] março, abril, no máximo maio, e entregue já contratadas pelo ministério da Saúde" contou o gestor petista, destacando ainda que os governadores também fizeram um pedido para que a União Química possa apresentar até o final da próxima semana, o seu cronograma de produção.

A Sputinik V é a primeira vacina contra a Covid-19 registrada no mundo. Sendo anunciada ainda em agosto do ano passado. Segundo o Governo de Pernambuco, após a visita, a União Química garantiu aos governadores que a Rússia teria como dispor de 10 milhões de doses da vacina para enviar ao Brasil quando obtivesse a aprovação da Anvisa. A farmacêutica também garante ter condições de produzir e enviar ao Brasil outras 150 milhões de doses até dezembro deste ano.

Veja também

Jogadores e ídolos do futebol criticam criação da Superliga
Futebol Internacional

Jogadores e ídolos do futebol criticam criação da Superliga

Vereador do PSDB é eleito presidente da União dos Vereadores de Pernambuco
Blog da Folha

Vereador do PSDB é eleito presidente da União dos Vereadores de PE