Humberto Costa critica discurso de Bolsonaro na ONU

O tradicional discurso do Brasil na abertura da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) foi marcado por um vexame histórico para o país, em razão da quantidade de mentiras levadas ao mundo por Jair Bolsonaro. A avaliação é do senador Humberto Costa (PT-PE), membro da Comissão de Relações Exteriores do Senado, para quem o presidente da República protagonizou um espetáculo vergonhoso com o vídeo que gravou para a 75ª reunião do organismo multilateral mais importante do planeta.

"Todo o ridículo, toda a patifaria que comete diariamente aqui dentro, Bolsonaro internacionalizou. Ele transformou a Assembleia-Geral da ONU no cercadinho do Alvorada. Jamais um chefe de Estado brasileiro diminuiu tanto o nosso país como Bolsonaro fez nesta terça-feira. É uma vergonha histórica que o Brasil carregará para sempre", avaliou o senador.

Em cerca de 15 minutos de fala, Bolsonaro disse que o Brasil é "vítima" de uma campanha "brutal" de desinformação sobre a Amazônia e o Pantanal. O gestor ainda disse lamentar "cada morte" por Covid-19, mas criticou as medidas de isolamento social que, segundo ele, "quase" levaram o país ao "caos social'.