Liana Cirne propõe obrigatoriedade do comprovante de vacinação nas instituições de ensino

O Projeto de Lei Ordinária 35/2022, de autoria da vereadora Liana Cirne (PT), torna obrigatória a apresentação do certificado de vacinação contra a Covid-19 para acesso presencial às instituições de ensino públicas e particulares do Recife, de acordo com as faixas etárias já contempladas no plano municipal de vacinação. A proposição, em tramitação na Câmara Municipal do Recife, abrange a rede de ensino fundamental, ensino médio e o ensino superior.

De acordo com a parlamentar petista, a pandemia do novo coronavírus ainda exige cuidados. “Se estamos exigindo o comprovante de vacinação em bares, restaurantes, lanchontes, repartições públicas, porque não o fazemos nos estabelecimentos de ensino?”, questiona.

“Ainda não vencemos a guerra contra a Covid-19, essa nova variante, a Ômicron, tem feito o número de casos voltar aos níveis do pico da pandemia. Na última quarta-feira foram confirmados 199 mil novos casos da doença no país e 4.668 em Pernambuco - a terceira maior marca de toda a pandemia no estado”, reforça. Ainda de acordo com o projeto de lei, para os alunos que ainda não estiverem com o esquema vacinal completo, as instituições de ensino funcionarão como auxiliares no procedimento para a vacinação ou emissão do certificado, quando necessário. Sobretudo nos casos de estudantes com dificuldade de acesso à internet ou excluídos digitais. Mesmo com a apresentação do certificado de vacinação, o projeto de lei não afasta a obrigatoriedade de prevenção, com a adoção de medidas como uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social.

Veja também

Filme brasileiro ''Me Tira da Mira'' chega a streaming em 20 de maio
Lançamento

Filme brasileiro ''Me Tira da Mira'' chega a streaming em 20 de maio

Barco 'Ocean Viking' socorre 158 migrantes no Mediterrâneo
Imigrantes

Barco 'Ocean Viking' socorre 158 migrantes no Mediterrâneo