Líder do Podemos pede à PGR recriação das forças-tarefas da Operação Lava Jato

Rosinei Coutinho/SCO/STF

O líder do Podemos na Câmara, deputado federal Igor Timo (MG), levou ao procurador-geral da República, Augusto Aras, proposta para que sejam recriadas as forças-tarefas da Operação Lava Jato, no âmbito do Ministério Público Federal (MPF). Em fevereiro desse ano, a PGR acabou com esse modelo de investigação e incorporou as forças-tarefas aos Grupos de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaecos).

"O trabalho exitoso das forças-tarefas, fundamentado na disponibilidade de recursos humanos e materiais compatíveis com a complexidade dos fatos averiguados, recomenda retomada desse modelo internacional de investigação até a responsabilização de todos os envolvidos no esquema de corrupção desmantelado pela Lava Jato", assinala o líder do Podemos, Igor Timo, em ofício dirigido a Augusto Aras.

Dados do Ministério Público Federal mostram que o trabalho da Lava Jato resultou na condenação de 278 criminosos, com a soma de mais 2.611 anos de prisão no total, e a devolução de R﹩ 4,3 bilhões aos cofres públicos.

"O sucesso dessa Operação deve-se em muito à implantação dos modelos das forças-tarefas, com dedicação exclusiva de trabalho dos Procuradores, exigência necessária diante de investigações tão complexas", ressalta Igor Timo.

Veja também

Cia aérea oferece teste PCR grátis nos voos entre Brasil e Europa
Pandemia

Cia aérea oferece teste PCR grátis nos voos entre Brasil e Europa

Eclipsado pela Covid, sarampo se alastra pelo Amapá e provoca duas mortes de bebês
Surto

Eclipsado pela Covid, sarampo se alastra pelo Amapá e provoca duas mortes de bebês