Marco Aurélio ressalta aliança com Bolsonaro desde 2018 e provoca adversários: "tudo biguzeiro"

Marco Aurélio chamou adversários de "biguzeiros" e "perueiros"

Em postagem em seu Instagram, o deputado estadual Marco Aurélio (PRTB), candidato a prefeito do Recife, gravou um vídeo em que aparece o imóvel onde funcionará o seu comitê para a campanha das eleições municipais, mesmo local que sediou sua campanha em 2018, e provocou os adversários da direita. 

A provocação ocorre por conta do material de Bolsonaro que, de acordo com ele, está desde 2018 no imóvel, e, portanto, provaria que ele é alinhado com o presidente da República há mais tempo que os demais candidatos. "E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Tava guardado aqui desde 2018, faço um desafio a Mendonça Filho, Alberto Feitosa, Delegada Patrícia Domingos: me mostrem onde está o comitê de vocês em 2018, se tem isso aqui", provoca Marco Aurélio. 

Em seguida ele ainda chama de "biguzeiro" os adversários. "Agora é tudo biguzeiro, né seu Feitosa, né Mendoncinha. Tudo biguzeiro, querendo dizer que era Bolsonaro. Entrem no meu Facebook, em 2018, vejam com quem eu estava. Entrem no de Mendonça, era Alckmin. Entrem no de Feitosa, não sei se era Haddad ou quem ele era, só não era Bolsonaro", disse Marco Aurélio, que convocou a população a mostrar a esses "perueiros"  "que o povo de Recife não é besta".