Marília Arraes se filia ao Solidariedade, e Paulinho da Força quer lançá-la candidata

Ato de filiação ao partido aconteceu esta manhã, no Recife

A deputada federal Marília Arraes se filiou ao Solidariedade (SD) nesta sexta-feira (25), no Recife. O evento foi prestigiado pelo presidente nacional do partido, deputado federal Paulinho da Força. “Você vai ser a governadora de Pernambuco que vai mudar Pernambuco”, diz Paulinho da Força durante discurso no ato de filiação.

“Hoje estou dando mais um passo na minha vida política. O Pernambuco que nós queremos é um Pernambuco plural, humano”, destacou Marília em seu discurso de abertura, referindo-se à filiação. 

Apesar das especulações sobre o futuro político da parlamentar desde a semana passada, a confirmação de que Marília viria a integrar o SD só veio na tarde dessa quinta (24), em nota oficial divulgada por Paulinho da Força. 

A filiação de Marília aconteceu no Recife Praia Hotel, localizado em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Acima da mesa principal, estava exposto um banner com uma foto do líder do PT e os dizeres: “Marília com Lula”. E rodeado de balões vermelhos e laranjas, a cor do ex-partido de Marília e de sua nova casa. 

Entenda 

A saída de Marília Arraes do PT mexeu com todas as articulações das eleições locais, tanto da oposição quanto da ala governista. Considerada uma das favoritas na disputa, Marília deixou o partido após uma série de embates internos na legenda e obstáculos para concorrer aos cargos majoritários nas últimas eleições.

Neste ano, foi indicada pelo partido para concorrer ao Senado na chapa da Frente Popular somente após anunciar que deixaria a legenda. O movimento dos até então correligionários não foi suficiente para convencê-la a ficar.

Veja também

Segundo fim de semana do São João do Recife terá 114 atrações; confira programação
São João

Segundo fim de semana do São João do Recife terá 114 atrações; veja programação

Polícia indicia madrasta por envenenar enteados; perícia diz que ela tentou apagar rastro em celular
RIO DE JANEIRO

Polícia indicia madrasta por envenenar enteados; perícia diz que ela tentou apagar rastro em celular