Morre, aos 44 anos, Leonardo Cisneiros, militante pelos direitos urbanos

Leonardo Cisneiros era professor universitário e ativista pelos direitos urbanos - Reprodução / Facebook

O professor universitário e ativista pelos direitos urbanos Leonardo Cisneiros (PSOL) faleceu na madrugada desta segunda-feira (5), durante uma cirurgia de ponte de safena. Leonardo sofreu um infarto na última sexta-feira (2), foi internado e precisou passar pelo procedimento cirúrgico, mas não resistiu. 

Por meio de nota, o PSOL Pernambuco lamentou a notícia do falecimento de Leonardo. "É com grande pesar que a direção estadual do PSOL Pernambuco recebe a notícia do falecimento do camarada Leonardo Cisneiros, filiado ao partido e militante dos direitos urbanos. Leonardo era professor universitário, pensador e ativista da cidade. Teve grande participação no movimento Ocupe Estelita e na criação do grupo Direitos Urbanos - Recife”.

"O camarada está filiado ao PSOL desde 2015 quando participou da construção do nosso primeiro mandato parlamentar estadual. Em 2016 foi candidato a vereador do PSOL na cidade do Recife. Em 2017 foi um dos principais idealizadores do processo de reconstrução do PSOL Pernambuco. O partido perde um grande quadro político e o Recife perde um dos seus maiores lutadores. Manifestamos toda nossa consternação e profunda tristeza por essa perda irreparável. Externamos nossas considerações aos familiares, amigos e amigas. Que sigamos firmes na luta em memória da militância de Leonardo Cisneiros", conclui a nota do partido.

Para a reportagem da Folha de Pernambuco, o vereador do Recife Ivan Moraes (PSOL) lembrou da "generosidade inabalável" do companheiro de partido e dos movimentos sociais pelo direito à cidade. Ele já havia prestado, logo cedo, homenagem ao amigo. "Léo Cisneiros era um dos caras mais inteligentes que eu conheci. Uma cabeça dura e invejável. Sabia falar de tudo. De BBB a política urbana. Da indústria do brega a orquídeas. De geopolítica internacional à velocidade do obturador. Uma perda incalculável pro mundo", postou.

A vereadora do Recife Dani Portela (PSOL) também prestou homenagem ao colega de partido. "É com total consternação que recebi a notícia do falecimento do companheiro Léo Cisneiros na manhã de hoje. Léo lutava por uma cidade mais acessível a toda a população através dos 'direitos urbanos' e sua voz fará falta a todos que acreditam num Recife mais justo e igualitário", tuitou. "A luta de Léo não será esquecida. Deixo aqui meus sentimentos à família e aos amigos próximos nesse momento. Léo Cisneiros presente, hoje e sempre", escreveu Dani, em outra postagem.

 

Veja também

Projeto que cria comissão de enfrentamento ao racismo será votado
Câmara do Recife

Projeto que cria comissão de enfrentamento ao racismo será votado

Registro de chuvas acima da média histórica aumenta níveis de barragens da RMR

Registro de chuvas acima da média histórica aumenta níveis de barragens da RMR