A-A+

“Não é hora de dar bola a fuxico e a intriga”, disse Miguel durante filiação ao DEM

Durante o ato político, o prefeito de Petrolina lançou sua pré-candidatura ao Governo do Estado

“E para quem não me conhece: muito prazer, Pernambuco, sou Miguel Coelho. Me apresento para poder ajudar”, declarou o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, durante o último ato político que marcou sua filiação ao Democratas, neste sábado (15). Ainda na ocasião, o gestor, que ingressa no partido às vésperas da fusão do DEM com o PSL, afirmou que "não é hora de dar bola ao fuxico e à intriga, mas é momento de trabalhar". Além disso, ressaltou que “ninguém vai mudar sozinho Pernambuco” e que sua chegada no DEM é para fortalecer um projeto que não é do partido e nem político.

A declaração pode ser entendida como um recado para PSDB, PL, PSC e Cidadania - que lançaram, na última quinta-feira, uma frente ampla para construir uma candidatura majoritária sem Miguel. Após as últimas movimentações dos partidos do grupo de oposição antagonista, o prefeito tem ressaltando que vai continuar mantendo diálogo com as agremiações, principalmente, com a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), e prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), ambos pré-candidatos ao Governo do Estado. A tucana e o gestor de Jaboatão não compareceram ao ato de filiação de Miguel.

“Nós precisamos de uma palavra de ordem muito clara em nossa voz, mas, acima de tudo, em nossas atitudes. Temos que pregar a humildade. Ninguém vai mudar Pernambuco sozinho, ninguém tem essa capacidade.Não é hora de dar bola a fuxico e a intriga. É momento de trabalhar, é momento de andar o Estado, de, a partir de hoje, fazer novas alianças, de poder pegar todo esse palanque que está aqui representado, que é importante, mas que nada vale se a gente não escutar a população”, afirmou Miguel.

RECADO AO PSB

O novo membro do Democratas disse que concorrerá ao Governo do Estado para acabar com a hegemonia de 16 anos de gestão socialista. Além disso, fez questão de enfatizar que "Pernambuco não tem dono". “Nós não temos dono. O dono é o povo, e o soberano é ele. Meu recado é para os donos de Pernambuco, para os que se acham poderosos e acham que não tem fim. O fim está chegando, pois é chegada a hora da gente poder mostrar a força da mudança, a força da união como no passado nos inspirou”, enfatizou. Miguel ainda explicou que percorrerá as 12 regiões do Estado, todos os municípios, para conhecer as dificuldades e, a partir de então, construir o programa de governo com um olhar técnico.

A estrutura do evento deixou claro que o prefeito Miguel Coelho está com tudo encaminhado para concorrer ao Palácio das Princesas. Na oportunidade, o democrata lançou sua marca e seu slogan de campanha: "A esperança é a força da Mudança”. 

CLIMA NO DEM

O ex-ministro Mendonça Filho, que afirmou, nessa sexta-feira, 24, que abriu mão do comando do DEM em virtude da fusão do partido com o PSL, deu as boas vindas ao prefeito de Petrolina ao Democratas. “Esse é um ato que afirma uma oposição, agora, em defesa do nosso Estado. E eu tenho a autoridade de reiterar algo que tenho visto publicamente. O nosso propósito é mudar, é somar”, disse Mendonça, que disputará uma vaga na Câmara dos Deputados em 2022.

Durante o evento, Mendonça minimizou o clima dentro do partido em relação à chegada de Miguel e ao futuro da deputada estadual Priscila Krause (DEM). Democrata histórica, Priscila é aliada da prefeita Raquel Lyra e seu nome era ventilado para concorrer a uma vaga na majoritária liderada pela tucana. Na ocasião, tanto Mendonça quanto Miguel rasgaram elogios a parlamentar e o presidente estadual do DEM chegou a reforçar que seu gesto não foi para amenizar os ânimos, além de negar que Priscila estava incomodada por estar presente na filiação de Miguel.

"Nosso discurso, o meu principalmente, não é para acalmar, temporizar, mas apenas meu reconhecimento expresso de que ela (Priscila) permanece em casa. Eu discordo, não acho que ela estava incomodada no ato, acho que ela estava à vontade. Ela tem condições e valores firmes e não é um ato como esse que vai gerar dificuldade na sua expressividade política. Tudo foi muito conversado, o próprio Miguel conversou com ela”, esclareceu Mendonça.

O vice-presidente nacional do PSL, Antônio Rueda, também prestigiou o ato político representando a sigla. “A candidatura de Miguel é disruptiva e vai trazer algo de diferente para o Estado”, declarou Rueda. Vale lembrar que a fusão do DEM e PSL garante ao prefeito maior tempo de TV e rádio de um partido durante a campanha do ano que vem. 

O deputado federal Fernando Filho (DEM), irmão do gestor, saiu em defesa da candidatura do mais novo democrata. “Mais difícil do que juntar palanques é juntar o povo. E Miguel mostra que temos um projeto para isso”, declarou. O líder do governo Jair Bolsonaro (sem partido) no Senado, Fernando Bezerra Coelho, esteve presente no local, no entanto, não concedeu entrevista à imprensa ou discursou.

Miguel contou com o prestígio do presidente nacional do DEM, ACM Neto, que ressaltou o trabalho que está sendo realizado na Prefeitura de Petrolina. “O trabalho de Miguel não ecoa só em Pernambuco. Ele chega à Bahia e ultrapassa as fronteiras do Nordeste", declarou.

CONVIDADOS PRESENTES

Também estiveram no evento o deputado estadual Antônio Coelho (DEM), irmão do anfitrião, o deputado federal Ricardo Teobaldo (Podemos), o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), a prefeita de Ipojuca, Célia Sales (PTB), prefeito de Paulista, Yvis Ribeiro (MDB), prefeito de Paudalho, Marcelo Gouveia (DEM), o deputado estadual Romero Sales Filho (PTB), a deputada estadual Alessandra Vieira (PSDB), deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC), prefeita de Bezerros, Luciele Laurentino (DEM), vereador Alcides Cardoso (DEM) e o deputado estadual Gustavo Gouveia (DEM), além ex-prefeitos e lideranças do Estado.

Impossibilitados de comparecer pessoalmente ao evento, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, e o governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, enviaram mensagens por meio de vídeo.

Veja também

Homem é atacado por jacaré em lago de Campo Grande (MS)
Centro-oeste

Homem é atacado por jacaré em lago de Campo Grande (MS)

Show de dupla sertaneja é interrompido após palco pegar fogo em SP
Susto

Show de dupla sertaneja é interrompido após palco pegar fogo em SP