"Não vamos interromper a aceleração da Covid sem passar por este período de quarentena", afirma Paulo Câmara

Governador Paulo Câmara - Hélia Scheppa/SEI

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, em pronunciamento nesta quarta-feira (24), comentou sobre a primeira morte da Covid-19 em Pernambuco, em 25 de março de 2020.

Ele também demonstrou preocupação com os dados da doença no Estado -de março do ano passado até esta quarta, já foram registrados 11.807 óbitos provocados pela doença no Estado. 

“Temos, nesse momento, 1.325 pessoas internadas em leitos de UTI por causa da Covid-19. É um quadro grave, de emergência sanitária, que precisa ser enfrentado com todos os recursos materiais e humanos disponíveis, para que mais vidas não sejam perdidas”, afirmou.

O governador ainda destacou que a aceleração da disseminação da Covid-19 pode ser maior que a disponibilidade de leitos se não houver quarentena no Estado. "Gravo esse vídeo hoje para deixar claro que, por mais que tenhamos aberto mais de 400 leitos de UTI em menos de um mês e que vamos abrir mais de 200 novos leitos nos proximos dias, não vamos interromper essa aceleração da Covid sem passar por este periodo de quarentena", ressaltou Câmara. 


Com relação ao isolamento social, o gestor agradeceu aos pernambucanos que contribuem para conter a disseminação do vírus. “No último domingo, tivemos 55% de isolamento social, maior patamar registrado este ano. Agradeço a todos que compreenderam a importância de dar a sua contribuição, mesmo com todos os sacrifícios de um ano de pandemia. Precisamos aumentar os índices de isolamento para aliviar a pressão sobre o sistema de saúde. Evite sair de casa. Se for necessário sair, use máscara o tempo todo. Essas atitudes simples salvam vidas”, completou.

O percentual de isolamento
A taxa de isolamento informada pelo governador, referente ao domingo (21) foi diferente da noticiada pelos veículos de comunicação na segunda-feira (22). Na ocasião, usando dados da plataforma Inloco, o isolamento noticiado foi de 49,7%, uma queda para o primeiro domingo de quarentena rígida no Estado. O dado divulgado no pronunciamento do governador foi de 55% de isolamento para o mesmo dia, a maior taxa de isolamento do ano. 

A mudança do dado aconteceu diretamente na plataforma da Inloco. A empresa passou por mudanças no nome, que passou a ser Incognia, e na utilização dos dados dos usuários. De acordo com a Incognia, houve uma queda natural no volume de dados, o que vem acarretando em mudanças significativas no universo na contabilização do Índice de Isolamento Social. 

Na coleta de informações para o levantamento, a empresa usava a anonimização dos dados de localização, coletados por meio dos aplicativos mobile dos clientes de mídia. O acordo de utilização dos dados dos usuários contemplava um período até 18 de dezembro de 2020, que posteriormente foi estendido até 31 de março de 2021. A saída do negócio de mídia com a venda da solução, e a divisão do contrato com esse segmento de clientes, explicou a empresa, resultou na alteração do Índice de Isolamento Social do último dia 21. 

"Coerentes com o compromisso firmado no começo da pandemia, em relação à privacidade e distribuição do índice, as informações serão apagadas da base. Porém será disponibilizado publicamente os índices diários já calculados por cidade, desde o início do lançamento até o último dia do acordo", informou a empresa. 
 

Veja também

Testes de anticorpos após vacina contra Covid-19 são incapazes de garantir a eficácia do imunizante
Coronavírus

Testes de anticorpos após vacina contra Covid-19 são incapazes de garantir a eficácia do imunizante

Senado aprova redução na tarifa de energia elétrica por 5 anos
CONTA DE ENERGIA

Senado aprova redução na tarifa de energia elétrica por 5 anos