O TCE ‘tem olhos em todos os lugares’, diz Dirceu Rodolfo

Dirceu Rodolfo, Presidente do TCE-PE - Reprodução

O presidente do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE), Dirceu Rodolfo, garantiu o órgão vem acompanhando de perto todos os gastos feitos pelos gestores públicos durante a pandemia do novo coronavírus. O conselheiro adiantou que ainda essa semana será divulgada uma nova ferramenta para controle de gastos denominada transparência COVID, que se trata de uma análise do padrão de transparência acerca dos gastos feitos durante a crise de saúde pública. 

“O Tribunal de Contas está sempre de olho. Nós temos olhos em todos os lugares analisando para orientar, mas também para reprimir qualquer tipo de prática que seja contrária ao erário”, afirmou. 

Mesmo com o sistema de trabalho remoto, Dirceu Rodolfo afirmou que o TCE teve aumento em sua produtividade. Em entrevista à Rádio Folha FM, 96.7, na manhã desta terça-feira (30), o presidente da instituição explanou como tem sido feito o acompanhamento das compras feitas pelas prefeituras 

“Por exemplo, nós temos exigido, em cada compra que é feita, que se coloque os fatos que levaram aquela compra, ou seja, dados que circunstanciem aquela compra. Por que isso? Porque a gente sabe que aquelas compras respeitam a um momento de premência, de urgência, têm que ser feitas para ontem, porque diz respeito a salvar vidas”, explicou. 

Rodolfo ressaltou ainda: “Às vezes, você precisa comprar para um fornecedor que, de repente, não é aquele fornecedor ideal em tempos normais, mas é que tem o produto. Então, o que é a gente vem dizendo e já colocou em resolução é que traga dados circunstanciais, ou seja, uma análise circunstancial de como é que fez a cotação, como é que chegou aquele fornecedor e porque comprou”.

 

Ouça a entrevista completa no podcast abaixo:

 

Folha de Pernambuco · 30.06.20 - Folha Política com Dirceu Rodolfo

Veja também

Startup do Recife abre 10 vagas de trabalho
OPORTUNIDADE

Startup do Recife abre 10 vagas de trabalho

Cientistas advertem que particulas do coronavírus no ar podem ser infecciosas
Alerta

Cientistas advertem que particulas do coronavírus no ar podem ser infecciosas