Pastor Eurico diz que seria uma honra ter Bolsonaro no Patriotas

Reprodução/Redes Sociais

Com a proximidade da corrida eleitoral de 2022, o presidente Jair Bolsonaro (sem partidos) tem sido cortejado por alguns partidos desde que foi negado o registro da criação da Aliança pelo Brasil, sigla que tentou fundar. O Patriotas entrou em cena e busca viabilizar a chegada do chefe do Planalto. Aliado de Bolsonaro, o deputado federal Pastor Eurico (Patriota) afirmou, nesta terça-feira, 27, que ainda há um processo de construção, mas seria uma grande honra ter o presidente do partido.

“Tudo faz parte de um processo de construção que envolve muitas cabeças e opiniões. Na minha opinião é uma grande honra ter o Presidente conosco”, declarou o parlamentar pernambucano. As negociações para escolher um partido seguem travadas, já que a principal exigência de Bolsonaro é ter 100% do poder e posse da legenda para assumir a cadeira da presidência e nomear seus quatro filhos, incluindo Renan, o mais novo, nos altos cargos da legenda.

Além disso, Bolsonaro pretende alterar a composição parlamentar e as presidências estaduais, levando consigo seus aliados políticos e evitando atritos semelhantes aos que ocorreram enquanto filiado ao PSL, com o presidente da sigla, deputado federal Luciano Bivar. Inclusive, o parlamentar pernambucano declarou, semana passada, que não acredita no retorno de Bolsonaro ao PSL, o qual se desfiliou no final de 2019. 

Outro partido que tem ganhado margem na negociação e se articulando para a família Bolsonaro é o PTB, presidido por Roberto Jefferson. De acordo com o portal UOL, o objetivo é tornar o ex-deputado federal um aliado fundamental de Bolsonaro, a fim de lucrar com a candidatura da família. Jefferson chegou a oferecer a presidência do PTB por dois anos e propôs a ficar congelado no próprio partido enquanto Bolsonaro assume o poder. No entanto, o presidente negou a proposta.

Veja também

Jean nega preocupação com baixo número de gols
Futebol

Jean nega preocupação com baixo número de gols

Com proposta internacional, Adryelson pode deixar Sport após o Pernambucano
Sport

Com proposta internacional, Adryelson pode deixar Sport após o Pernambucano