Paulo Rubem Santiago diz que há contradição em aliança do PSOL com Marília Arraes

Após a decisão do diretório nacional do PSOL fechar apoio à pré-candidatura à Prefeitura do Recife de Marília Arraes (PT), o ex-deputado federal Paulo Rubem Santiago (PSOL) divulgou uma nota, em que aponta contradição na determinação do comando nacional do seu partido. O texto lembra que a sigla tinha uma orientação de uma campanha de oposição ao PSB e ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas que o diretório municipal petista defende uma campanha nacionalizada e sem ataques ao PSB. Segundo Rubem, a decisão de apoio a Marília foi apertada e teve diferença de apenas quatro votos.

"Nossa posição está na nota. Quem precisa se explicar agora são os dirigentes do PSOL que aprovaram aliança com o PT para se fazer um campanha CONTRA os governos do PSB, só que os diretórios do próprio PT afirmam que a campanha não fará oposição ao PSB", afirmou. 

Confira a nota na íntegra: