PDT de Olinda lança pré-candidatura coletiva à prefeitura da cidade

O PDT de Olinda anunciou, nesta segunda-feira (10), o lançamento de uma pré-candidatura coletiva para a Prefeitura de Olinda, representada nas urnas pela presidente da Ação da Mulher Trabalhista (AMT) e membro do diretório do Movimento Comunitário Trabalhista (MCT) de Olinda, Elizabete Vieira (PDT). Além de Elizabete, o Coletivo também será representado pelos pedetista Romero Morais e Dennison Fonseca.

De acordo com partido, a decisão segue a resolução da direção nacional do PDT, que decide por candidaturas majoritárias próprias nos municípios com mais de duzentos mil habitantes. Na nota, o partido explica que o mandato coletivo será exercido por Elizabete com Romero e Dennison como co-prefeitos, ocupando os cargos de chefe de gabinete e secretário de governo.

“É uma proposta inovadora diante de um cenário, um processo eleitoral caótico. A gente vê o reflexo desse cenário tanto em Olinda, quanto em Recife. A gente tem um cenário muito aberto com diversos propostas”, disse Dennison Fonseca lembrando que o Coletivo é o primeiro do País a concorrer uma majoritária.

Sobre futuras alianças, há uma pré-disposição do PDT de Olinda em dialogar com partidos de esquerda como o PSB e PCdoB. De acordo com Denisson, o pré-candidato pelo PSB, Pedro Mendes, já foi procurado. Ele lembrou que as duas siglas têm uma relação nacional e que a situação entre PDT e PSB no Recife não vai interferir na costura de um possível apoio. 

“Acho que os partidos têm um bate bola interessante, mas acredito que a construção de Recife não reflita em Olinda. A construção em Recife também é saudável. É natural que o partido tenha vários quadros e é normal que se apresente o deputado Tulio Gadêlha e a ex-vereadora Isabella de Roldão, que são quadros antigos no partido, com história e serviço prestado ao PDT”, disse.