Presidente nacional do PSOL se reúne com candidatos do partido em Olinda

Divulgação

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, esteve na tarde desta sexta-feira (30), reunido com os candidatos a vereadoras e vereadores e dirigentes do Psol em Olinda. “Estamos experimentando um processo de crescimento do partido em todo estado com diversas candidaturas, e a vinda de Juliano para Olinda mostra unidade e alinhamento em nível nacional. Nossa política está  loteada, Olinda tem problemas sérios e a gente apresenta solução para isso porque nossa chapa é a cara de Olinda. Estamos dispostos a lutar pela nossa cidade e nossa chapa representa o nosso povo em setores e em território. A gente dialoga com as necessidades de Olinda e da nossa gente”, lembra Samuel Herculano, candidato do Psol a vice-prefeito na coligação Uma Olinda pra gente Acreditar. 

De acordo como Juliano Medeiros, ser candidato do Psol é antes de tudo ter desprendimento e é um gesto de compromisso com o social. “Está difícil fazer política de esquerda no Brasil é um desafio enorme. Existe a degradação da política. As pessoas não confiam que a política pode ser um elemento de transformação”, fala o presidente.

Para ele, a pandemia mudou o contexto político do país. “Hoje conseguimos falar de propostas, antes perdemos um ano sendo pautado pelo Governo Federal diante dos absurdos ditos. Agora a gente fala o que queríamos desde de que começou o Governo Bolsonaro. Nossa agenda está em debate agora no país - saúde , educação, economia etc. Não vamos abrir mão de nossas bandeiras. O Psol hoje é a cara da renovação política no Brasil”, concluiu.  

Os vereadores falaram sobre os problemas dos bairros, os desafios que enfrentam para fazer política com pouco recurso, a resolução do TRE que determinou a suspensão da campanha de rua, as consequências para os partidos pequenos como o Psol e as estratégias para os próximos 15 dias de campanha na cidade.

Veja também

Após dez anos fechado, Teatro do Parque volta a funcionar em 11 de dezembro
Cultura

Após dez anos fechado, Teatro do Parque volta a funcionar em 11 de dezembro

Pernambuco registra 781 casos da Covid-19 nas últimas 24h e 25 novas mortes
Coronavírus

Pernambuco registra 781 casos da Covid-19 nas últimas 24h e 25 novas mortes