PSOL Olinda discute formação de chapa para disputa eleitoral na cidade

O ciclo de formação política denominado de “Olinda tem a sua cara” reunirá pré-candidatos à vereança para debater a cidade, temas sociais e definir estratégias de campanha. O objetivo é municipalizar o debate político na cidade de Olinda, avaliar a participação do partido nas eleições municipais de 2020, as chances da legenda no pleito e a importância da renovação da Câmara de Vereadores da cidade.  O ciclo de formação online “Olinda tem a sua cara” que o PSOL Olinda promove se iniciará no sábado 04/07, às 14h, em plataforma online, com integrantes da direção partidária e pré-candidatos e pré-candidatas à vereança. Além disso serão feitas lives quinzenais nas segundas-feiras através da fanpage do PSOL Olinda. O debate será conduzido pela presidente do PSOL municipal, Eugênia Lima, pré-candidata à vereadora. 

“Nosso objetivo é traçar perspectivas para que o partido possa contribuir nas discussões da cidade na educação, saúde, planejamento urbano, cultura, assistência social, juventude e transparência de recursos. Além de tratar de temas como o feminismo, o antifascismo e o antirracismo. Nossas pré-candidatas e pré-candidatos não são postos à prova no pleito aleatoriamente, queremos construir uma Olinda com mais possibilidades para todos, justa e melhor para se viver”, salienta.
Olinda, hoje, é a terceira em número de votantes em Pernambuco, no entanto, está com um debate político enfraquecido por falta de oposição. O PSOL almeja formar uma chapa competitiva e contará com o apoio da população para mudar a realidade atual. “Somos um partido que luta pelas causas coletivas. Nossa chapa tem que ser popular, paritária de gênero e representativa de raça e classe, distribuída nos territórios da cidade. Estamos desde a classe média/alta até a periferia e todas e todos são unânimes: queremos uma Olinda melhor para viver”, revela Eugênia.

 

Veja também

Startup do Recife abre 10 vagas de trabalho
OPORTUNIDADE

Startup do Recife abre 10 vagas de trabalho

Cientistas advertem que particulas do coronavírus no ar podem ser infecciosas
Alerta

Cientistas advertem que particulas do coronavírus no ar podem ser infecciosas