Resolução do PT diz que foco da campanha de Marília será derrotar Bolsonaro e defender legado de Lula

Em reunião por videoconferência, a Executiva Municipal do PT aprovou resolução política em que reconhece a posição do Diretório Nacional pela candidatura à Prefeitura do Recife de Marília Arraes, mas estabelece como diretriz básica a nacionalização do debate eleitoral. Segundo a resolução, o projeto majoritário visa "derrotar o projeto destrutivo e nocivo ao país do Governo Bolsonaro", "defender o legado do PT no Brasil e no município" e "lutar pela inocência do ex-presidente Lula e a anulação de sua condenação".

Essa é a forma que o partido escolheu para evitar o embate direto com o PSB e as críticas ao projeto do partido no Recife e no Estado. A posição, inclusive, chegou a ser defendida pela presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman, que avisou o presidente nacional do PT, Carlos Siqueira, que a campanha no Recife não teria "ataques pessoais" ou "baixarias". A posição, contudo, divide opiniões na sigla e aliados de Marília Arraes avaliam o embate com os socialistas como inevitável.

Confira a resolução da Executiva municipal na íntegra: