Separação do PT e PSB em Recife e Petrolina ‘pode gerar um certo desequilíbrio na relação’, diz Waldemar Borges

Waldemar Borges, deputado estadual (PSB) - Reprodução

Na opinião do deputado estadual Waldemar Borges (PSB), a relação entre PT e PSB na cidade de Petrolina deve ser discutida em âmbito estadual. Para ele, o PT colocando candidaturas em Recife e Petrolina, de forma separada do PSB, e “pode gerar um certo desequilíbrio na relação”. 

“Eu acho que esse quadro estadual tem que preservar um certo sentido de equilíbrio porque não pode também o PSB estar sempre apoiando mais e não colocando certas postulações legítimas que existem dentro do partido”, pontuou. 

Em entrevistá à Rádio Folha FM 97.7, na manhã desta quinta-feira (23), o deputado destacou a surpresa com que recebeu a indicação do deputado Lucas Ramos (PSB) para a secretaria de Ciência e Tecnologia do governo de Pernambuco. Lucas Ramos vinha colocando seu nome à disposição do partido para disputar a prefeitura de Petrolina no pleito eleitoral de novembro. 

“Ele estava colocando com muita legitimidade o nome dele para ser uma opção do PSB lá em Petrolina e de uma maneira surpreendente para nós, pelo menos para mim e para algumas pessoas que eu tenho conversado, ele é deslocado para a secretaria”, colocou.

 

Ouça a entrevista completa no podcast abaixo:

 

Folha de Pernambuco · 23.07.20 - Folha Política com Waldemar Borges PSB