A-A+

Vereador critica voto de aplausos à OAB pela colocação de placas sobre identidade de gênero

O parlamentar disse que sente "nojo" da conduta, proposta no requerimento

O posicionamento do vereador do Recife, Pastor Júnior Tércio (PODEMOS), movimentou o debate, durante a Reunião Ordinária, da manhã desta terça-feira, 26, ao fundamentar seus votos contrários à alguns requerimentos em pauta. Um deles foi em relação ao Voto de Aplausos à iniciativa da OAB-PE de colocar placas que respeitam a identidade de gênero de pessoas trans (transexuais/travestis/transgênero), nos banheiros da sede da instituição.

Tércio disse que sente "nojo" da conduta, proposta no requerimento, uma vez que ele é pai de duas filhas, irmão, marido e filho e, portanto, considera muito desconfortável para as mulheres terem que compartilhar do mesmo banheiro com pessoas de sexo opostos, por questão de identificação. "Considero essa medida horrível, uma vergonha e, portanto, parabenizo os advogados contrários à medida que ingressaram com recurso para que essa medida seja desfeita", pontuou o vereador.

Outro posicionamento contrário do vereador foi em relação à Moção de Repúdio contra Abimael Santos por associar, indevidamente, segundo o requerimento o caso de depredação e destruição, no Residencial Cruzeiro ao Movimento Sem-Terra (MST). "Esse caso vem sendo apurado e investigado pela Polícia. Mas, o "modus operandis" de agir muito se assemelha ao de integrantes do Movimento Sem-Terra que invadem terras, áreas, depredam e destroem há mais de 30 anos, desde o surgimento do Movimento", disse o Pastor.

Ainda na reunião desta terça, o Pastor Júnior Tércio aprovou Voto de Repúdio, de sua autoria em relação ao decisão aprovada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Roberto Barroso que proíbe a entrada de missionários religiosas em terras indígenas isoladas.

Veja também

Stephen Sondheim, autor de musicais como 'West Side story', morre aos 91
Luto

Stephen Sondheim, autor de musicais como 'West Side story', morre aos 91

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério
Covid-19

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério