Vereadora quer criar Comissão da Igualdade Racial e Enfrentamento ao Racismo na Câmara do Recife

A vereadora Dani Portela protocolou, nesta quarta-feira (10), o projeto de resolução para instituição da Comissão da Igualdade Racial e Enfrentamento ao Racismo na Câmara dos Vereadores do Recife. De acordo com a vereadora, a Comissão permanente tem como objetivo promover a equidade étnico-racial e o enfrentamento efetivo ao racismo e às discriminações contra as populações negra, indígena, quilombola e cigana na cidade do Recife.  O projeto segue apreciação nas comissões de Legislação e Justiça e Direitos Humanos e posterior votação em sessão única.  

“O enfrentamento ao racismo é um compromisso prioritário que assumimos na nossa mandata. E é por isso que a instalação dessa comissão permanente é de suma importância. Entendemos que ele um elemento central na perpetuação da desigualdade. Nossa luta é para que as políticas públicas da nossa cidade sejam formuladas a partir de um olhar que leve em consideração a desigualdade de condições a que o povo negro segue sendo submetido”, explica a vereadora.  

A população negra, composta por pretos e pardos conforme a classificação do IBGE, representa cerca de 55% da população brasileira (PNAD, 2019). No Recife, esse número chega a 64% (PNAD, 2018). Ainda que em maioria, há um marcante abismo social em que a população não-branca ocupa majoritariamente territórios onde os serviços públicos são os mais precários, assim como as condições de moradia. Um exemplo claro é a pandemia do Coronavírus. Em Pernambuco, 72% dos mortos devido a pandemia era pretos e pardos, de acordo com dados fornecidos pela Secretaria de Saúde do estado. E isso é uma consequência clara da precariedade de moradia, saneamento e condições gerais de vida da população negra”, finaliza Dani. 

Veja também

Homem faz refém no aeroporto de Guarulhos e é detido pela Polícia Federal
Tensão

Homem faz refém no aeroporto de Guarulhos e é detido pela Polícia Federal

Alexandre Nero diz que volta de 'Império' traz misto de alegria e tristeza
Novela

Alexandre Nero diz que volta de 'Império' traz misto de alegria e tristeza