Banco do Brasil lança edital de projetos socioeconômicos voltados às mulheres negras

Participam da seleção projetos que tenham orçamento individual total entre R$ 200 mil e R$ 250 mil

Pixabay

O Banco do Brasil lança, nesta semana, via Fundação BB, o Edital de Seleção Pública de Projetos voltados ao Empoderamento Socioeconômico das Mulheres Negras, que disponibilizará um total de R$ 12 milhões para aplicação em ações voltadas ao público-alvo residente na cidade e no campo e em situação de vulnerabilidade e exclusão social.

Participam da seleção pública projetos que tenham orçamento individual total entre R$ 200 mil e R$ 250 mil. Poderão se inscrever organizações sem fins lucrativos, de direito privado, legalmente constituídas no país, atuantes no terceiro setor e que possuam mulheres negras no quadro diretivo. 

Além disso, as propostas devem estar alinhadas aos seguintes eixos temáticos: Mulheres Negras Rurais e Urbanas - Empoderamento social, cultural e educacional; Mulheres Negras Rurais - Empoderamento e empreendedorismo;Mulheres Negras Urbanas - Empoderamento e empreendedorismo.

As inscrições ocorrerão no período de 28 de novembro de 2023 a 19 de fevereiro de 2024, pelo e-mail [email protected].

A criação do Edital de Seleção Pública de Projetos voltados ao Empoderamento Socioeconômico das Mulheres Negras é fruto de um Protocolo de Intenções assinado entre o Banco do Brasil e o Governo Federal, por meio do Ministério da Igualdade Racial, em julho deste ano, que prevê a troca de experiências e o apoio mútuo para fixar diretrizes e ampliar ações afirmativas de raça e gênero, promovendo o respeito à diversidade.

“O objetivo desta seleção pública é ampliar a capacidade produtiva e criativa de mulheres negras empreendedoras, dentro de um propósito maior de redução de desigualdades sociais, combate ao racismo e promoção da igualdade racial. É mais ação concreta e efetiva que entregamos para a população negra, no âmbito do protocolo de intenções que assinamos com o MIR, em julho de 2023.”, explica Tarciana Medeiros, presidenta do Banco do Brasil.

A concepção do edital contou com a realização, em outubro, da Oficina de Consulta Participativa para Elaboração de Edital para Empoderamento Socioeconômico das Mulheres Negras, que recebeu representantes da sociedade civil, de movimentos sociais e de grupos e coletivos para a realização de debates técnicos e palestras que subsidiaram a elaboração da seleção pública. Com a participação de representantes do Governo Federal e funcionárias do grupo de diversidade do Banco do Brasil, a oficina coletou insumos para o desenvolvimento estratégico dos temas e eixos do edital de forma participativa e representativa.

“O lançamento do edital é uma ação promovida pela Fundação BB em apoio à diversidade e à inclusão racial, voltada especialmente a pessoas que integram público priorizado pela instituição formado, entre outros, por mulheres e jovens de comunidades tradicionais, catadoras, ribeirinhas, quebradeiras de coco babaçu, agricultoras familiares, integrantes de coletivos urbanos.”, detalha Kleytton Morais, presidente da Fundação Banco do Brasil.

Dúvidas e solicitações de informações sobre o edital podem ser direcionadas ao e-mail [email protected] e pelo endereço.

Veja também

Bairrismo: rapper pernambucano Mago de Tarso lança música com referência a Flávio José
música

Bairrismo: rapper pernambucano Mago de Tarso lança música com referência a Flávio José

Biden diz que os EUA iniciarão lançamentos aéreos de ajuda humanitária sobre Gaza
Gaza

Biden diz que os EUA iniciarão lançamentos aéreos de ajuda humanitária sobre Gaza