Dicas para a reta final do concurso da Caixa

Provas serão aplicadas no domingo, 26 de maio. Além de questões objetivas, os concurseiros enfrenta

Com mais de quatro mil vagas, o certame tem atraído milhares de candidatos ávidos por uma chance de ingressar em uma das instituições financeiras mais importantes do País - Divulgação

O concurso da Caixa Econômica Federal tem despertado grande interesse entre os concurseiros em busca de estabilidade e boas oportunidades de carreira. Com mais de quatro mil vagas, o certame acontece no dia 26 de maio e tem atraído milhares de candidatos ávidos por uma chance de ingressar em uma das instituições financeiras mais importantes do País. A concorrência é acirrada, o que exige dos candidatos uma preparação sólida e dedicada

De acordo com o advogado, professor e coordenador do curso de Direito UNIFBV, Antônio Loureiro, é importante que o candidato leia o edital e priorize os conteúdos específicos.

É indispensável reservar para esse estudo cerca de 70% do tempo. Por ser um concurso na área bancária, o professor indica - em especial nos momentos finais da sua preparação - focar na resolução de questões relacionadas aos conhecimentos bancários. “O estudo precisa ser dividido entre teoria, legislação e resolução de questões, focando o maior tempo naquilo que é mais importante”, finalizou.

Redação 

Além das provas objetivas, os concurseiros enfrentarão as provas discursivas. O especialista enfatiza que é fundamental saber escrever um bom texto dissertativo-argumentativo aos moldes da banca Cesgranrio para alcançar uma boa nota. Ele também indica se preparar tomando como base os temas anteriores. “Na construção da redação o candidato deve ter cuidado com a gestão do tempo, não gastando tempo demais com o rascunho e esquecendo de controlar o tempo necessário para preencher a folha definitiva. Antes de iniciar sua redação, é importante listar os tópicos mais importantes para não esquecer quando estiver escrevendo”.

Banca

Para o coordenador, é essencial que os alunos estudem a teoria e resolvam questões. É necessário conhecer o perfil da banca. “Cada banca examinadora tem uma forma própria de abordar as questões e isso cria um padrão que sempre acaba sendo repetido. Resolver questões das provas anteriores é fundamental para aquele que deseja aprovação, analisando, principalmente, as questões que errou e o porquê que cada alternativa é considerada certa ou errada”, enfatizou. O candidato deve gerenciar sua inteligência emocional e iniciar a prova consciente e confiante, afinal o estado psicológico influencia diretamente nos resultados.

Veja também

SELF IT ACADEMIAS HOLDING S.A. - EDITAL

SELF IT ACADEMIAS HOLDING S.A. - EDITAL

SELF IT ACADEMIAS HOLDING S.A. - BALANÇO

SELF IT ACADEMIAS HOLDING S.A. - BALANÇO

Newsletter