Ministério da Economia abre inscrições para processo seletivo; veja como se inscrever

As inscrições podem ser realizadas no site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro

Fachada do Ministério da Economia, em Brasília - Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Seguem até as 23h59 do dia 14 de fevereiro, as inscrições para o processo seletivo do Ministério da Economia, em Brasília. O órgão oferece 2.130 oportunidades, sendo 300 vagas imediatas e 1.930 cadastros de reserva para quatro cargos que exigem formações acadêmicas de níveis médio e superior. 

Os salários iniciais vão de R$ 1.700 (técnico em atividades previdenciárias e de apoio) a R$ 6.130 (analista de negócios)

As inscrições para o processo seletivo podem ser realizadas no site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib), onde também pode ser conferido o edital. Os valores das taxas variam entre R$ 54 e R$ 64. O valor deve ser pago até 24 horas após a emissão do boleto no ato da inscrição. 

A previsão do Ministério da Economia é que as provas sejam realizadas no dia 25 de março, em Brasília. O prazo de duração dos contratos dos candidatos habilitados será de um ano, podendo ser prorrogado por até cinco anos.

Covid-19: normas sanitárias 
De acordo com o ministério, a banca atenderá às normas sanitárias vigentes para o enfrentamento do novo coronavírus, higienizando e desinfetando os locais de provas com a pulverização de produtos químicos utilizados em ambientes hospitalares, aferindo a temperatura corporal dos participantes, oferecendo álcool gel e tapetes sanitizantes na entrada e também garantindo o distanciamento social mínimo de dois metros entre as pessoas. O uso de máscaras faciais será obrigatório para todos os presentes. 
 

Veja também

O empreendedorismo e a educação empreendedora no ensino básico
Educação

O empreendedorismo e a educação empreendedora no ensino básico

Entenda a importância do colesterol para o nosso corpo e saiba como manter as taxas reguladas
VIDA PLENA

Entenda a importância do colesterol e saiba como manter as taxas reguladas