Pernambuco abre seleção com 46 vagas para professores do Pronatec prisional; salário é de R$ 3,9 mil

Inscrições devem ser feitas no site do Idib, banca organizadora da seleção, até o dia 28 de julho

Educação prisional - Gil Menezes/SEE-PE

A Secretaria de Educação de Pernambuco abre, nesta quinta-feira (7), inscrições para seleção pública simplificada voltada para a contratação temporária de 46 professores para o Pronatec prisional. O edital foi lançado no Diário Oficial do Estado.

De acordo com a portaria que autoriza a seleção, há vagas para profissionais de níveis médio e superior e o salário chega a R$ 3,9 mil. A jornada de trabalho é de 200 horas-aula mensais.  

As inscrições devem ser feitas no site do Idib, banca organizadora da seleção, até o dia 28 de julho. A taxa custa R$ 24 em funções que exigem curso superior e R$ 23 para funções que exigem nível médio.

A seleção pública será feita por avaliação de experiência profissional e de títulos, de caráter eliminatório e classificatório.

Os selecionados irão atuar na Educação Profissional de jovens e adultos em situação de privação de liberdade, no regime semiaberto de estabelecimentos penais.

As vagas são para as seguintes funções:
- Professor de Educação Profissional Curso de Assistente Administrativo
- Professor de Educação Profissional Curso de Operador de Computadores
- Professor de Educação Profissional Curso de Assistente de Costura
- Professor de Educação Profissional Curso de Confeccionador de Bijuterias
- Professor de Educação Profissional Curso de Recepcionista
- Professor de Educação Profissional Curso de Construção Civil
- Professor de Educação Profissional Curso de Jardineiro

O edital prevê a divulgação do resultado preliminar em 22 de agosto e a do resultado final em 8 de setembro.

+ Acesse aqui a íntegra do edital, disponível a partir da página 2
 

Veja também

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada
Náutico

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega
São Paulo

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega